Colecionador atinge marca de 20 mil HQs em SP

Na era do digital, artefatos como revistas em quadrinhos, CDs, DVDs e videogames conservam alto valor afetivo e econômico.
Fábio Gomes Ribeiro com uma das várias estantes onde guarda sua coleção de 20 mil quadrinhos — Foto: Arquivo Pessoal/Alice Vieira

Tube News
01/12/2019  08h30m
“Quadrinhos eu levo a sério, é uma compulsão. Eu tenho que ter tudo no máximo possível”, confessa Fábio Gomes Ribeiro, de 43 anos, diante de um acervo com cerca de 20 mil revistas em quadrinhos que ele guarda em três cômodos inteiros de seu apartamento, no bairro do Marapé, em Santos.
Fábio Gomes Ribeiro com uma das várias estantes onde guarda sua coleção de 20 mil quadrinhos — Foto: Arquivo Pessoal/Alice Vieira


Ribeiro é um exemplo de como ter uma coleção tradicional, com objetos físicos, vai muito além de simplesmente ler, ver e ouvir obras em formato digital. Em plena era do streaming, colecionadores como ele investem altas quantias em itens que, mesmo ocupando muito espaço no mundo real, possuem ainda mais valor afetivo do que financeiro.

Assista:

Postar um comentário

0 Comentários