Homem armado com faca faz 5 reféns em bar no Rio

Criminoso estava com uma faca e uma garrafa com, supostamente, combustível, e 'possivelmente' uma arma de fogo. Por volta das 16h, agentes do Bope negociavam a libertação dos reféns.
PMs armados na porta do bar onde homem mantém 5 reféns — Foto: Reprodução/ TV Globo
Tube News
29/11/2019  17h09m
Um homem armado com uma faca e uma garrafa com, supostamente, gasolina fez cinco pessoas reféns em um bar, na Lapa, no Centro do Rio, na tarde desta sexta-feira (29). Segundo o porta-voz da Secretaria de Polícia Militar, coronel Mauro Fliess, o criminoso "possivelmente" também estaria com uma arma de fogo. O estabelecimento fica na Rua do Rezende.

"São cinco reféns. A ocorrência começou com seis, mas um foi liberado. As tropas especiais já estão com uma equipe montada para garantir negociação, com o objetivo de preservar vidas. Ele tem um facão, de tamanho razoável, e possivelmente uma arma de fogo", afirmou Fliess.

Bombeiros e a polícia estavam na Lapa para apoiar ação do Bope. — Foto: Reprodução/TV Globo

A ocorrência teve início por volta das 15h. Aproximadamente uma hora depois, agentes do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) tentavam negociar com o homem a liberação dos demais reféns.

Às 16h50, a Polícia Militar informou que mais um refém foi liberado. Ou seja, ainda restavam quatro pessoas mantidas presas pelo criminoso.

"É possível que dentro de um bar fechado ele tenha outros instrumentos que possam fazer mal ou vitimar algumas pessoas", acrescentou o porta-voz da PM.
Por volta das 16h, agentes do Bope tentavam negociar com o homem. — Foto: Reprodução/TV Globo

Interdição e desvio

Por conta da ocorrência, a Rua do Rezende foi interditada por volta das 15h. Um trecho da Avenida Mem de Sá, uma das principais vias da região, também foi fechado para a ação da polícia.

O trânsito do local foi desviado para a República do Paraguai, em mão invertida, no trecho entre a Mem de Sá e a Rua Evaristo da Veiga.

Às 14h44, homens do Corpo de Bombeiros do Quartel Central foram acionados para uma "agressão por arma branca" na Rua do Rezende. No entanto, não há informações sobre feridos.

Equipes do 5º Batalhão de Polícia Militar (Praça da Harmonia) chegaram ao estabelecimento por volta das 15h40.

A ocorrência causou congestionamento no Viaduto do Gasômetro, na Avenida Francisco Bicalho e no Trevo das Forças Armadas, por volta das 16h20.

Postar um comentário

0 Comentários