Cuba Gooding Jr. alega inocência em acusação de abuso sexual

Terceira acusação contra o ator é de incidente ocorrido em uma boate de Manhattan em 2018, mas acusação não deu detalhes. Ator deve voltar ao tribunal em janeiro.
Ator Cuba Gooding Jr. se diz inocente em novas acusações de abuso sexual na Suprema Corte de Nova York, nesta quinta (31) — Foto: Alec Tabak/REUTERS
Tube News, via Reuters
01/11/2019  14h28m
O ator Cuba Gooding Jr se declarou inocente nesta quinta-feira (31) de novas acusações de má conduta sexual envolvendo uma terceira mulher, menos de um mês depois de se dizer inocente das acusações de apalpar os seios de uma mulher e beliscar as nádegas de outra.

Gooding se declarou inocente das novas acusações de abuso sexual na Suprema Corte de Manhattan. Ele deve voltar ao tribunal em 22 de janeiro.

De acordo com uma acusação divulgada pelo procurador do distrito de Manhattan Cyrus Vance, as mais recentes queixas resultam de um incidente ocorrido na noite de 9 de setembro de 2018 na boate Lavo, de Manhattan. A acusação não contém mais detalhes.

"Acreditamos sem dúvida que o caso é puramente um processo mal-intencionado", disse Mark Heller, advogado de Gooding, a repórteres do lado de fora do tribunal, criticando os promotores por não fornecerem detalhes sobre as acusações.

"Como ele vai se defender se não tem detalhes sobre o que dizem que ele fez?", afirmou Heller.

Gooding, de 51 anos, ganhou o Oscar de melhor ator coadjuvante em 1997 pelo filme "Jerry Maguire – A Grande Virada" e é conhecido por papéis em filmes como “Questão de Honra" e "O Mordomo da Casa Branca" e na série de televisão “O Povo contra OJ Simpson".

Postar um comentário

0 Comentários