Ataque com machadinha feridos em escola do RS

Adolescente foi capturado pela Brigada Militar e será levado à Polícia Civil. Segundo o vice-governador, Ranolfo Vieira Jr., o jovem teria 17 anos e seria ex-aluno da escola.
Sala de aula onde o invasor jogou uma garrafa com fogo Foto: Mãe de aluna
Tube News, via G1
21/08/2019  17h26m
A Brigada Militar apreendeu, na tarde desta quarta-feira (21), o suspeito de invadir e atacar alunos do Instituto Estadual Educacional Assis Chateaubriand, em Charqueadas, na Região Metropolitana de Porto Alegre. O adolescente de 17 anos foi encaminhado para a Delegacia de Polícia da cidade para prestar esclarecimentos.

Assista:


"Recebemos a informação do comandante-geral da Brigada Militar que está sendo conduzido o suspeito, muito possivelmente o autor do fato, para ser entrevistado pelo delegado que conduz a investigação. Muito possivelmente teremos a elucidação até o fim da tarde", afirma o vice-governador e secretário de Segurança Pública Ranolfo Vieira Jr.

A apreensão ocorreu por volta das 16h, horas depois do ataque. Ainda, segundo Ranolfo, ele seria um ex-aluno da escola.

Conforme a Polícia Civil, o suspeito invadiu a escola e atacou alunos do 7º ano do Ensino Fundamental com uma machadinha. Após ser desarmado por um professor, conseguiu se desvencilhar e fugir.

Pelo menos seis estudantes, entre 12 e 14 anos, foram atendidos no Hospital de Charqueadas. Todos tiveram ferimentos leves e não correm risco de morte.

A escola atende cerca de 700 alunos dos ensinos Fundamental, Médio e Técnico e funciona nos três turnos (manhã, tarde e noite). As aulas foram suspensas, e outras instituições de ensino da cidade também encerraram as atividades por precaução.

Em nota, o Governo do Estado informou que "todos serão ouvidos pela Polícia Civil e passarão por exames de corpo de delito. O Instituto-Geral de Perícias também periciou a sala onde ocorreu o fato. Embora as vítimas não tenham sido feridas com gravidade e estejam fora de perigo, o governo reforça extrema preocupação com o ocorrido e não medirá esforços para esclarecer os fatos e responsabilizar os culpados".

Nenhum comentário:

Deixe sua opinião, sempre com respeito:

Tecnologia do Blogger.