Tiroteio causa pânico em Uberaba, Minas Gerais

Assaltantes tentaram arrombar um banco e, na fuga, trocaram tiros com militares. Segundo a PM, uma bala perdida atingiu o quartel do Corpo de Bombeiros. Assista aos vídeos.
Agência que foi alvo de ataque em Uberaba. Local está interditado nesta quinta-feira — Foto: Reprodução/TV Globo
Tube News, via G1 e TV Integração
27/06/2019  07h37m
Criminosos tentaram arrombar um banco na madrugada desta quinta-feira (27) em Uberaba, no Triângulo Mineiro. Na fuga, o grupo trocou tiros com policiais militares, causando pânico entre os moradores. Ao menos uma mulher foi baleada durante a ação e dois vigilantes da agência precisaram ser socorridos por terem inalado fumaça.

O tiroteio, na região central da cidade mineira, durou mais de uma hora, segundo testemunhas. A agência do Banco do Brasil atacada fica na avenida Leopoldino de Oliveira. Até a última atualização desta reportagem, não havia informação sobre a quantidade de dinheiro levada. O G1 tenta contato com o banco. Outra agência, do Itaú, foi atingida por tiros.

De acordo com o major Flávio Santiago, porta-voz da Polícia Militar, cerca de 25 assaltantes atiraram contra os policiais após a ação na agência. Vários veículos foram usados na ação criminosa.

"Os nossos policiais militares revidaram essa ação lá em Uberaba. A informação que nós temos é de 25 homens nessa ação, com veículos, caminhonetes, caminhões. E a Polícia Militar fez a progressão. Houve intensa troca de tiros", disse ele.

Em vídeos feitos por moradores, publicados em redes sociais, é possível ouvir o barulho dos tiros. Informações preliminares indicam que os bandidos chegaram a fazer reféns depois de tentar arrombar o banco, mas a Polícia Militar ainda não confirma.


Assista aos vídeos:









Segundo o major, uma bala perdida atingiu o quartel do Corpo de Bombeiros. Aparentemente, segundo ele, o ataque nessa vez estaria direcionado ao Banco do Brasil.

Às 6h40, um cerco era realizado em Uberaba e na Região do Alto Paranaíba na tentativa de encontrar os suspeitos.

Há informações de que feridos teriam sido levados para o Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Uberaba (UFU). Não se sabe quantas pessoas foram baleadas durante o tiroteio.

Sem energia elétrica

De acordo com a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig), 1,3 mil consumidores ficaram sem eletricidade porque o ataque causou danos na rede de energia elétrica. Ainda não é possível saber se o dano foi causado pelos tiros ou se os próprios bandidos danificaram a rede como parte do plano para assalto.

Até por volta de 7h, ainda não havia havia previsão de retorno da energia porque a polícia tem que autorizar a entrada dos técnicos na área que está interditada.

Postar um comentário

0 Comentários