Primeira-ministra britânica Theresa May anuncia renúncia - Tube News

24 maio 2019

Primeira-ministra britânica Theresa May anuncia renúncia

Líder do Partido Conservador vai deixar o governo no dia 7 de junho. Ela não resistiu ao fracasso na gestão do processo do Brexit.
Primeira-ministra britânica, Theresa May, chora ao anunciar sua renúncia nesta sexta-feira (24), em Londres — Foto: Toby Melville/ Reuters
Tube News, via G1 e Globo News
24/05/2019  07h35m
A primeira-ministra britânica, Theresa May, anunciou nesta sexta-feira (24) que vai deixar o cargo em 7 de junho. A renúncia foi anunciada após a líder do Partido Conservador fracassar na condução do processo de retirada do Reino Unido da União Europeia.

May vinha sofrendo uma forte pressão para deixar o cargo, inclusive dentro do seu próprio partido.


"Está claro agora, para mim, que é do melhor interesse do país que um novo primeiro-ministro lidere o esforço [da saída do Reino Unido da União Europeia]. Assim, anuncio hoje que vou renunciar ao cargo de líder do Partido Conservador na sexta-feira, 7 de junho", disse May.

A primeira-ministra britânica, que estava há quase três anos no poder, afirmou que decidiu deixar o cargo após o terceiro fracasso em aprovar no Parlamento Britânico o acordo costurado por ela com a União Europeia sobre o Brexit — processo de saída do Reino Unido do bloco.

"Eu fiz tudo que podia para convencer os deputados a apoiar este acordo. Tentei três vezes. Infelizmente, não consegui. Sempre será motivo de profundo pesar para mim que eu não tenha sido capaz de entregar o Brexit”, afirmou a premiê, que ficou com a voz embargada e chegou a chorar no fim do seu pronunciamento.

May já tinha prometido que deixaria o governo assim que seu acordo com a UE fosse aprovado. No início da semana, ela apresentou sua última proposta a ser submetida aos deputados britânicos, que previa a realização de um segundo referendo.

A proposta da primeira-ministra foi um fracasso e motivou, na última quarta-feira (22), a renúncia de outra figura importante no Partido Conservador, a líder do governo na Câmara dos Comuns, Andrea Leadson — contrária à ideia de um novo referendo.

Eleições Europeias

O anúncio da renúncia de May ocorre um dia após o início das eleições europeias. O Reino Unido não queria participar do pleito, em que surge como favorito o Partido do Brexit, de Nigel Farage.

Os resultados serão conhecidos somente no domingo (26), quando termina a votação em todos os 28 países do bloco.

O Reino Unido determinou sua saída da União Europeia para o dia 31 de outubro, após solicitar um adiamento da data que inicialmente estava estabelecida para 29 de março deste ano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opinião, sempre com respeito: