Hungria: barco turístico afunda matando 7 e dezenas de desaparecidos

Rio Danúbio: embarcação virou enquanto passava pelo centro da capital, Budapeste, com turistas da Coreia do Sul. 17 estão desaparecidos.
A embarcação, identificada como "Hableany" pela Associated Press, tinha capacidade para 45 pessoas. — Foto: Zoltan Mihadak/MTI via AP
Tube News, via G1
30/05/2019  07h13m
Sete sul-coreanos morreram e 19 estão desaparecidos após o naufrágio de um barco de turismo no rio Danúbio, em Budapeste, capital da Hungria, na noite desta quarta-feira (29), informaram as equipes de resgate.

"Sete pessoas foram hospitalizadas em situação estável com hipotermia, e nossos serviços constataram a morte de outras sete pessoas", disse Pal Gyorfi, porta-voz dos serviços de resgate.

A barco transportava 33 sul-coreanos e 19 permanecem desaparecidos, informou o ministério das Relações Exteriores em Seul.
Embarcação turística virou na porção do Danúbio que passa pelo centro da capital da Hungria, Budapeste — Foto: Bernadett Szabo/Reuters


No barco também se encontravam dois húngaros, membros da tripulação.

Uma equipe da embaixada sul-coreana também está no local.

De acordo com o jornal "Magyar Nemzet", o barco naufragou após colidir com outra embarcação, maior em tamanho, por volta das 22h (17h, de Brasília). As autoridades ainda vão investigar o que causou a batida.

Mihaly Toth, porta-voz da empresa proprietária do barco, disse à agência de notícias húngara MTI que a embarcação não tinha problemas técnicos.

"Era um passeio turístico de rotina. Não sabemos o que aconteceu. As autoridades estão investigando. Só sabemos que afundou rápido", disse Mihaly Toth.

Por causa das chuvas em Budapeste, o nível da água subiu durante o resgate, e as autoridades temem que isso dificulte as operações. Proprietários de marinhas e outros barcos aportados no rio ligaram luzes para iluminar a áreas das buscas, porque chove em Budapeste e há pouca visibilidade.
Socorristas procuram por desaparecidos em naufrágio de barco turístico em Budapeste, na Hungria — Foto: Zsolt Szigetvary/MTI via AP

Embarcações no Danúbio
A agência Associated Press informou que a embarcação, identificada como "Hableany" (sereia, em tradução livre do húngaro) tinha dois andares, 27 metros de comprimento e capacidade para 45 pessoas em viagens de turismo.

Passeios de barco do tipo são comuns em Budapeste, capital húngara cortada pelo Danúbio. Alguns dos pontos turísticos da cidade, como o Parlamento da Hungria, ficam à margem do rio.

O presidente sul-coreano, Moon Jae-in, determinou "o emprego de todos os recursos disponíveis" para o resgate, informou seu gabinete.

O barco foi encontrado após várias horas de buscas, próximo à ponte Marguerite, que liga a cidade antiga - Buda - ao distrito de Peste, segundo a imprensa local.

O ministro húngaro da Saúde, Ildiko Horvath, visitou o local para manifestar suas condolências às famílias das vítimas.

Nenhum comentário:

Deixe sua opinião, sempre com respeito:

Tecnologia do Blogger.