Facebook bane extrema direita por violar políticas da rede

Alex Jones, do Infowars, e Milo Yiannopoulos, fundador da Breitbart, estão entre os banidos; usuários não poderão criar novas contas na rede e no Instagram.
REUTERS/Dado RuvicFoto: Reuters
Tube News, via Estadão Conteúdo
03/05/2019  07h04m
O Facebook anunciou nesta quinta-feira, 2, que baniu ativistas americanos de extrema direita de suas plataformas. Entre os usuários banidos, estão nomes como Alex Jones e Milo Yiannopoulos, fundadores dos canais Infowars e Breibart, respectivamente. Segundo a rede social, eles não poderão criar novas contas no Facebook e no Instagram, por terem violado políticas contra 'usuários e organizações'. A empresa disse ainda, porém, que usuários poderão criar publicações falando sobre os pontos de vistas desses usuários.

"Sempre banimos usuários e organizações que promovem ou se engajam em violência e ódio, independentemente de ideologia", disse a empresa em nota. "O processo de avaliar violações é extenso e fizemos o possível para chegar à decisão de remover essas contas hoje." Outros nomes banidos foram os de Louis Farrakhan, notório antissemita, bem como Paul Nehlen, Paul Joseph Watson e Laura Loomer.

Alguns deles já tinham sido suspensos da rede social anteriormente - é o caso de Jones, que foi suspenso no ano passado por regras contra bullying e discurso de ódio. Em fevereiro, a empresa removeu outras 22 páginas associadas a Jones, que, entre outros casos, nega que o massacre de Sandy Hook, na escola da Flórida, tenha acontecido. Seus apoiadores, por sua vez, têm perseguido as famílias das vítimas. Outros já tinham sido banidos de outras redes - como Yiannopoulos, que foi removido do Twitter após inspirar uma onda de discurso racista.

O Facebook não divulgou quais incidentes levaram à remoção das contas, mas tomou em consideração o comportamento dos usuários tanto online como fora da internet. Fatores envolvidos incluíram atos de violência, incitação a esses atos com base em preconceito racial, descrever a si mesmos como seguidores de um discurso de ódio ou praticar esse discurso em seus perfis.

Nenhum comentário

Deixe sua opinião, sempre com respeito: