Chuva constante preocupa região de Blumenau, SC

O rio que cruza a cidade pode chegar a 6,30 metros por volta das 15 hrs de hoje (31).
(Foto: José Luiz)
Tube News, com informações do G1 e O Blumenauense
31/05/2019  09h57m - Atualizado as 10h19m
A chuva não para na cidade de Blumenau, SC. Todo o Vale do Itajaí está em estado de atenção com as chuvas intensas.

O Rio Itajaí-Açú, que banha toda essa região catarinense, vem aumentando num ritmo médio de 19cm desde a meia-noite de hoje.

Segundo informações de jornais da região, já foram registradas quase 20 ocorrências de quedas de árvores e deslizamentos.

Nas últimas 24 horas, choveu em média 58 milímetros em Blumenau, de acordo com os dados do AlertaBlu.
Hangar de aeroporto privado em São Miguel do Oeste, SC, foi destruído. — Foto: Marcos Lewe / Rádio 103 FM


Chuvas em Santa Catarina
A chuva segue causando transtornos em cidades de Santa Catarina. Desde a noite de quinta-feira (30) até as 7h desta sexta-feira (31), a Defesa Civil Estadual emitiu cinco alertas e o órgão opera em estado de atenção em relação a possíveis transtornos. Até o momento, os principais rios do Estado estão com os níveis elevados, há famílias desalojadas, casos de desabamentos e escolas públicas estão sem aulas. Há previsão de mais chuva no decorrer do dia e o solo está encharcado.

Segundo o aviso meteorológico divulgado pela Defesa Civil, até as 7h50, a previsão é de pancadas de chuva. A intensidade deve variar entre fraca e moderada, sendo pontualmente forte. Pode ocorrer raios nas regiões do Oeste, Vale do Itajaí, Litoral Norte e Grande Florianópolis.

Ainda de acordo com o órgão, durante o início da manhã há risco moderado de deslizamento em Rancho Queimado, Antônio Carlos, Blumenau, Joinville, Benedito Novo e Timbó. Além disso, pode ocorrer inundação de baixa severidade para Rio do Sul. O órgão também monitora áreas de risco de erosão, deslizamento e rolamento em Rancho Queimado.


Os maiores acumulados de chuva nas últimas 24 horas foram em Caçador (100 mm), Praia Grande (99 mm) e Rio do Oeste (97 mm). No levantamento da Defesa Civil, divulgado nesta sexta com o balanço parcial da situação no estado, 28 municípios tiveram ocorrências durante a quinta-feira (30).
Ginásio desabou em Paraíso, SC. — Foto: Ricardo de Souza/ Portal Peperi


Rio do Sul
A Defesa Civil de Rio do Sul informa que, com o volume de chuva na região, há possibilidade do Rio Itajaí-Açu causar inundações. Por volta das 7h desta sexta-feira, o nível do rio chegou a 7,16 m, com índice pluviométrico de 36.2 mm, sendo que a previsão máxima do órgão é de 8 m para nível crítico de emergência.

A Defesa Civil pede que os moradores, principalmente aqueles que vivem em áreas mais baixas, fiquem atenta aos boletins. O site da Defesa Civil é atualizado de hora em hora, assim como o nível do rio pode ser acompanhado em tempo real.

Os abrigos abertos são:
 - Salão da comunidade Evangélica do bairro Bela Aliança
 - Salão da comunidade Católica do bairro Bela Aliança
 - Salão da comunidade do bairro Taboão
Equipe municipal faz conserto de estradas prejudicas pela chuva em Imaruí — Foto: Prefeitura de Imaruí/Divulgação


Timbó
A Defesa Civil de Timbó alerta para possibilidade de deslizamentos, por causa da chuva forte. No bairro dos Estados, na Rua Caroba, houve queda de um muro.

Lauro Mülller

Durante a noite de quinta, foram registrados indícios de deslizamentos de encosta em Lauro Mülller, no bairro Bela Vista. Por conta dos riscos, as famílias foram para casa de parentes. No total, sete pessoas passaram a noite fora de casa. Durante esta manhã, os agentes da Defesa Civil devem fazer uma nova avaliação do local.

Forquilhinha
Devido a chuva na região, o Rio Sangão em Forquilhinha começa a sair da calha atingindo algumas ruas na comunidade Cidade Alta. Por orientação da Defesa Civil municipal, três famílias precisaram deixar as residências e são realocadas em casa de parentes. O órgão e o Corpo de Bombeiros monitoram a situação do Rio Sangão, pois o Rio Criciúma e outros afluentes estão com o nível bastante alto.

Timbé do Sul

Devido ao elevado volume de chuva durante o dia, o município de Timbé do Sul apresenta alguns pontos de alagamento no interior, os rios seguem na calha bastante elevada. Também há registros de cabeceiras de pontes danificadas.

Postar um comentário

0 Comentários