Após 25 anos de morte, Senna ainda detém recordes na F1

Brasileiro tricampeão segue como o "Rei de Mônaco", com seis vitórias nas ruas de Monte Carlo; confira outras marcas que ídolo ainda domina mesmo após tanto tempo fora da categoria.
(Foto: Getty Images)

Tube News, via Globo Esporte (Pedro Lopes e estagiário da F1)
01/05/2019  17h16m
O 1º de maio costuma ser um dia triste porque faz lembrar que perdemos um dos maiores heróis que o Brasil já teve, Ayrton Senna, falecido em 1994 durante o GP de San Marino. Ao mesmo tempo, serve para vermos o quão grande o tricampeão foi. Um exemplo disso é que, mesmo longe há 25 anos, Ayrton ainda detém recordes importantes na categoria. Confira abaixo.

Poles consecutivas
Senna era conhecido por brilhar em voltas lançadas. Assim, sua carreira foi marcada por alto número de pole positions, 65 (40,3 % de aproveitamento), que só foi igualado pelo atual recordista Lewis Hamilton no GP do Canadá de 2017, 23 anos após sua morte. Ainda assim, o brasileiro segue no terceiro lugar no quesito, atrás do inglês, com 85 (36% de aproveitamento), e de Michael Schumacher, com 68 (22,1%).

Mas o mais impressionante é que Ayrton detém o recorde do maior número de poles em sequência, com oito, conquistadas entre o GP da Espanha de 1988 e o GP dos EUA de 1989 - coincidentemente, nesta prova, Senna fez sua 34ª pole e passou o então recordista Jim Clark. Mais impressionante ainda é que Senna também é o dono da segunda maior sequência de poles, com sete, entre o GP da Espanha de 1990 e o GP de Mônaco de 1991.

Achou que era só isso? Acho errado. Senna ainda aparece com mais duas sequências de poles consecutivas no top 10 da história da Fórmula 1.

Primeiras filas consecutivas
Senna era tão bom em classificações, que, mesmo quando não era pole, ainda conseguia beliscar um segundo lugar e largar na primeira fila. Não à toa, o brasileiro é dono do recorde de primeiras filas consecutivas. Claro que os excelentes carros da McLaren em 1988 e 1989 ajudaram muito nesse processo.

Ayrton largou 24 vezes seguidas da primeira fila. Esse período foi do GP da Alemanha de 1988 ao GP da Austrália do ano seguinte - em 1989, por sinal, Senna largou na primeira fila em todas as 16 corridas do campeonato. Mesmo Lewis Hamilton na era esmagadora da Mercedes, que começou em 2014, ainda não conseguiu igualar a marca do ídolo. O pentacampeão tem 20 largadas consecutivas da primeira fila.
Largada do GP da Alemanha de 1988, em Hockenheim — Foto: Getty Images

Vitórias de ponta a ponta
Mas não basta ser rápido em uma volta lançada e conquistar a pole, não é mesmo? Senna também ainda detém o recorde de maior número de vitórias de ponta a ponta, com 19 triunfos.

Tá, mas o que significa exatamente "de ponta a ponta"? Para um vitória ser considerada de ponta a ponta, o piloto em questão jamais deve completar uma volta fora do primeiro lugar.

O Rei de Mônaco
Com seis vitórias (e de poles) nas ruas do Principado, Ayrton detém o título de "Rei de Mônaco". E a julgar pelo número de triunfos conquistados pelos atuais pilotos - e que têm chances e equipamentos para vencer - o recorde não será batido nem tão cedo.

Depois do brasileiro, os pilotos que mais têm vitórias na pista (Graham Hill e Michael Schumacher, com cinco triunfos) sequer correm mais. E do grid atual, Lewis Hamilton e Sebastian Vettel, com duas vitórias cada, dificilmente conseguirão alcançar a marca.

Vale lembrar que o número poderia ser ainda maior. Isso porque em 1984, quando Senna se aproximava do líder Alain Prost, num cenário caótico de chuva com a modesta Toleman, a corrida foi interrompida e o brasileiro terminou em segundo. No ano seguinte, já na Lotus, o piloto liderava a corrida quando o motor Renault quebrou. E quem não lembra de 1988, quando Senna era o primeiro com 50s de vantagem sobre o companheiro Prost e bateu sozinho.



Nenhum comentário:

Deixe sua opinião, sempre com respeito:

Tecnologia do Blogger.