Pesquisador 'descobre' pé-grande de 3m em floresta

Dean Harrison comanda a Yowie Research, uma fundação dedicada a pesquisar o animal mítico na Austrália.
(Foto: reproduções/ The Sun)
Tube News, via Hora 7 e The Sun
26/02/2019  19h33m
Caçadores e integrantes da comunidade criptozoóloga estão ouriçados com a descoberta do que seria um genuíno pé-grande vivendo perto de regiões urbanas em diversos locais da Austrália. A fera, chamada Yowie, teria 2,43 m e, segundo registros, apareceu recentemente em uma gravação que viralizou.

O animal se tornou tão famoso que até ganhou um grupo próprio de pesquisa, Yowie Research, dedicado a encontrar detalhes da passagem dele por aí, como essa pegada capturada em 2000, no estado de Queensland, no nordeste do país.

Dean Harrison, 49 anos, é o principal responsável pelo grupo e já dedicou duas décadas para pesquisas sobre o pé-grande. Reuniu retratos falados, fotos, pegadas e vídeos do suposto animal selvagem, além de realizar caçadas e supostos retratos-falados.

Em um dos casos relatados nos últimos dias, por exemplo, uma mulher afirmou que foi jogada de um pequeno penhasco pelo animal, que a empurrou pelas costas.

A mulher conta que correu, mas viu de perto e teve certeza que era um animal real e não um "cara vestido de gorila".

Em outro relato, também reunido em 2019, um homem disse que o Yowie apareceu na frente de seu caminhão saindo de trás de um matagal. Segundo o homem, o ser tinha cerca de 2,9 m, o que dá mais ou menos a altura do caminhão que ele dirigia.

Na década de 90, ele afirma que morava em uma casa numa região de floresta tropical quando chegou ao seu quintal e viu algo. "Era horrível", afirma e soltou grunhidos altíssimos, "como nunca vi ouvi antes". Ele conta que teve vontade de correr, mas preferiu ser testemunha do animal e o viu saindo do quintal, lentamente.

O outro avistamento foi em 1997, enquanto ele corria numa região florestal no norte da Austrália.

"Eu senti algo atrás de mim e quando me virei vi a enorme silhueta do Yowie no meio do mato.

Era como se alguém estivesse atrás de mim, me perseguindo", relata.

"Eu pensei que ia morrer, ele corria mais rápido que eu. Mas quando estava próximo de mim, passamos perto de um local com luz e ele se assustou e foi embora", afirma.

Diversas outras pessoas afirmam terem tido algum contato com o animal. A espécie não é reconhecida por cientistas locais. Por isso, eles acabam por ser estudados de forma amadora por entusiastas, além de criptozoólogos sem formação em biologia ou anatomia.

Animais como o Monstro do Lago Ness são famosos, mas ainda assim considerados apenas lendários. Muito porque os dados que comprovam a existência deles são controversos, além das imagens que capturam sua existência serem ruins.

Nenhum comentário:

Deixe sua opinião, sempre com respeito:

Tecnologia do Blogger.