Chuva forte causa destruição no RS

Casas foram destelhadas e parede caiu em cima de carro. Ninguém se feriu.
Carro ficou destruído por muro de empresa, que desabou durante chuva em São Leopoldo — Foto: Divulgação/Defesa Civil de São Leopoldo
Tube News, via G1 e RBS TV

12/02/2019  09h59m
A chuva que atingiu parte do Rio Grande do Sul na noite desta segunda-feira (11) causou transtornos. Em Porto Alegre, uma estrutura de uma obra caiu, semáforos deixaram de funcionar e houve falta de energia elétrica, também registrada em outras cidades gaúchas.

A chuva teve início pouco antes das 19h na Capital. Cerca de duas horas mais tarde, nove semáforos não funcionavam e havia pelo menos oito pontos de alagamento no trânsito, segundo a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC).

Por volta das 20h, a queda de parte de uma estrutura metálica de uma obra bloqueou o trânsito na Avenida Júlio de Castilhos, no Centro, ainda conforme a EPTC. A queda fez um poste de luz tombar. O imóvel fica ao lado da Igreja Universal, nas proximidades da Rodoviária. A via foi liberada alguns minutos depois. Ninguém se feriu.
Ninguém se feriu devido à queda de uma estrutura de um prédio na Avenida Júlio de Castilhos — Foto: Divulgação/EPTC

Na Região Metropolitana de Porto Alegre, São Leopoldo também registrou estragos, conforme a prefeitura da cidade. A Defesa Civil local atende a pelo menos 15 casas, que ficaram destelhadas. E uma parede de uma empresa caiu em cima de um carro. Ninguém ficou ferido.

Parte do muro do estádio do Cristo Rei, também em São Leopoldo, desabou, sem deixar feridos, conforme o time Aymoré. Às 9h de terça-feira (12), será realizada uma reunião de emergência para avaliar os estragos e planejar ações.

Segundo a Companhia Estadual de Energia Elétrica (CEEE), parte da cidade ficou sem energia. Mais de 40 mil clientes chegaram a ter o fornecimento interrompido, número que baixou para 18 mil na manhã desta terça. Os bairros mais atingidos foram Auxiliadora, Anchieta, Menino Deus, Bom Fim, Medianeira, Mont'Serrat, Cidade Baixa e Centro.

A RGE também teve danos na rede elétrica. Cerca de 158 mil clientes da concessionária estavam sem luz na manhã desta terça. As regiões mais prejudicadas são Canoas, Vale do Taquari, Central, Vale dos Sinos e Vale do Rio Pardo. A RGE esclarece que as equipes atuam na recomposição da rede.

Em caso de fios e cabos soltos, a distribuidora alerta para que os moradores não toquem e nem se aproximem, pois a fiação pode estar energizada.

Postar um comentário

0 Comentários