Tragédia em Brumadinho em tempo real

Tragédia em Brumadinho: 142 mortes confirmadas, 122 corpos identificados; 194 desaparecidos.
Momento exato que a barragem 1 da Vale se rompe em Brumadinho, MG. (Foto: reprodução/Tube News TV)
Tube News, via G1, TV Globo, Record TV e R7
26/01/2019  08h28m - Atualizado em 06/02/2019 as 08h07m
Resumo
 - Buscas foram retomadas nesta tarde, depois de terem sido suspensasde manhã por causa da chuva; chance de achar sobreviventes é mínima.
 - Barragem da Vale se rompeu no dia 25/1 em Brumadinho, MG; lama destruiu refeitório e prédio da mineradora, pousada, casas e vegetação.
 - Até agora: 142 mortos, 124 deles identificados; 194 desaparecidos.
 - Justiça de MG negou pedido de liberdade para os 5 presos: 3 funcionários da Vale e 2 engenheiros da TÜV SÜD.
 - Eles foram detidos na terça (29) por suspeita de fraude em documentos que atestavam a segurança da barragem.

Pássaro pousa na margem do Rio Paraopeba, em Brumadinho (MG), neste domingo (3). (Foto: Edmar Barros/Estadão Conteúdo)
Acompanhe em tempo real
07h03m - 05/02/2019
Após receber 30 toneladas de donativos, o governo de MG disse que não precisa mais de doações e não vai cadastrar mais voluntários. "Caso haja necessidade, faremos novas solicitações", disse em comunicado.

07h00m
Segundo o tenente Aihara, é possível que alguns corpos não sejam recuperados, devido ao tempo decorrido desde a tragédia.

07h22m - 04/02/2019
O início das buscas está suspenso devido à chuva forte que atinge a cidade de Brumadinho desde a madrugada desta segunda-feira (4). Segundo o tenente-coronel Anderson Passos, há risco para os bombeiros na principal área de buscas, chamada de zona quente, porque a perspectiva é de que o rejeito remanescente na barragem do acidente possa se desprender e se deslocar até o trecho de ação das equipes. As aeronaves usadas na operação também não puderam levantar voo.


16h43m - 03/02/2019
Cerca de 450 pessoas atuam na operação de busca por vítimas em Brumadinho. Além de homens da Força Nacional e de bombeiros de Minas Gerais e de outros estados, há também voluntários com experiência na área.


19h18m
Aihara afirmou que a Vale entregou as imagens do rompimento da barragem no dia seguinte ao acidente ao corpo técnico. Segundo ele, elas não foram divulgadas para não causar uma situação de pânico na população.


19h16m
Dos 115 mortos confirmados até agora, 71 foram identificados. Até agora, 395 pessoas foram localizadas e 248 ainda estão desaparecidas.


19h14m - 12/02/2019
“Nenhum metro de lama deixará de ser vistoriado”, afirmou o tenente do Corpo de Bombeiros Pedro Aihara.

***

06h53m
Vídeo mostra desespero de funcionários da Vale após rompimento da Barragem em Brumadinho; assista aqui.


06h51m - 31/01/2019
A tempestade que caiu na tarde de quarta-feira em Brumadinho -chegou a cair granizo na região do Córrego do Feijão- lançou galhos e árvores sobre a rede elétrica, provocando o rompimento de cabos e a queda de postes, provocando blecautes em algumas regiões.


20h17m - 29/01/2019
10 usinas passarão por 'processo de descomissionamento' e terão suas atividades paralisadas, segundo a Vale.


20h16m
Presidente diz que, com o fechamento das barragens, Vale diz que deixará de produzir 40 milhões de toneladas de minério de ferro ao ano.


20h14m - 29/01/2019
Segundo o presidente da Vale, há laudos de auditorias recentes dizendo que todas as estruturas estão em perfeita estabilidade. 'Resolvemos não aceitar apenas esses laudos e decidimos agir de outra maneira', diz.


21h00m - 27/01/2019
Resumo da entrevista coletiva da Defesa Civil e dos Bombeiros na noite deste domingo (27):
- Número de mortes confirmadas subiu para 58.
- 19 corpos foram identificados; 305 estão desaparecidos e 192 pessoas foram resgatadas vivas.
- Um segundo ônibus com pessoas mortas foi encontrado neste domingo. Não se sabe o número de mortos.
- Por causa deste ônibus, as buscas vão continuar até depois das 20h, horário inicialmente previsto para o término deste domingo.
- Nenhuma pessoa foi resgatada viva hoje.
- Os donativos já são suficientes para atender às pessoas afetadas; o governo parou de recebê-los.
- Há chances de que alguns corpos não sejam encontrados.
- O refeitório da empresa ainda não foi acessado. É possível que ele tenha se deslocado do local original.
- Ainda se trabalha com possibilidade de achar pessoas com vida.
- Haverá outra entrevista coletiva às 10h de segunda (28).

10h53m
Um dos pontos de apoio foi alterado. Segundo os Bombeiros, a população não deve ir mais para a Delegacia de Brumadinho, pois foi constatado que ela também está sujeita a inundação. Veja novos lugares considerados seguros:
 - Igreja Matriz;
 - Quartel da Polícia Militar;
 - Morro do Querosene.



08h32m
Marcos Vinícius Pinto e Naiara Pereira também foram acordados com o alerta do toque da sirene. Eles contam que, com o clima de apreensão, um vizinho, que tem problemas cardíacos, passou mal. Eles dizem que, às pressas, levaram o homem para UPA. Agora, o casal vive outra apreensão já que foi impedido de voltar para casa na Cohab por causa do bloqueio montado pela polícia. A filha dos jovens ficou na casa da avó, que fica em uma parte mais baixa e já foi atingida por enchentes provocadas por temporais anteriormente.


08h29m
As equipes continuam realizando trabalho de evacuação da área por conta do risco de rompimento. O ponto de preocupação principal é a região do Parque da Cachoeira, onde tem aproximadamente 25 casas. Equipes da Academia de Bombeiros Militar estão no local para evacuar a área.


07h32m
A Vale informa que, por volta das 5h30 deste domingo, acionou as sirenes de alerta na região da Mina Córrego do Feijão, em Brumadinho (MG), ao detectar aumento dos níveis de água nos instrumentos que monitoram a barragem VI. Esta barragem faz parte do complexo de Brumadinho. As autoridades foram avisadas e, como medida preventiva, a comunidade da região está sendo deslocada para os pontos de encontro determinados previamente pelo Plano de Emergência. A Vale continuará monitorando a situação, juntamente com a Defesa Civil.

(Foto: Reprodução/Globo News)
07h30m - 27/01/2019
Um morador da parte baixa de Brumadinho disse em entrevista ao vivo à GloboNews que se assustou com o alarme e que, inicialmente, não sabia do que se tratava exatamente. Segundo ele, os vizinhos começaram a ligar uns para os outros para entender o que estava acontecendo e foram para a parte alta da cidade só depois que a polícia militar confirmou que era para todos deixarem suas casas. “Larguei a casa, peguei só uns suprimentos e documentos e fui embora. Não teve nenhum treinamento para saber se podíamos pegar mais coisas”, disse.

Na UBS do Parque da Cachoeira, não há agentes públicos nesta manhã. Moradores reclamam da falta de orientação e apoio. (Foto: Paula Paiva Paulo/G1)


18h31m
Segundo o Corpo de Bombeiros, o número de mortes confirmadas subiu para 34.



13h27m
Dos 345 desaparecidos, 46 foram encontrados e encaminhados para unidades de saúde, segundo boletim das forças integradas de segurança, formadas por Corpo de Bombeiros, Polícia Militar e Defesa Civil.

Permanecem desaparecidas 299 pessoas e 9 vítimas fatais foram retiradas dos rejeitos, de acordo com o comunicado. São 86 famílias cadastradas em zonas de alto salvamento (treinamento em ponto alto para serem socorridas). Destas 86 famílias, duas foram contatadas e resgatadas.

As outras famílias permanecem aguardando, devido à ausência de energia elétrica, sinal de telefonia e internet.

Uma van parcialmente soterrada pela lama é vista depois do rompimento da barragem da Vale em Brumadinho. (Foto: Mauro Pimentel/AFP)


12h51m
Um ônibus foi encontrado pelo Corpo de Bombeiros na região próxima à barragem rompida da Vale. Todos os que estavam no coletivo eram funcionários da empresa e morreram, segundo o tenente Pedro Aihara, porta-voz dos bombeiros. “Como é um local de difícil acesso e precisamos de um maquinário especial para acessar essa estrutura e retirar essas vítimas, ainda não fechamos o número de óbitos. Mas esse número de óbitos, ele irá aumentar”, destacou ele.

12h39m
O presidente Jair Bolsonaro postou no Twitter:
"Faremos o que estiver ao nosso alcance para atender as vítimas, minimizar danos, apurar os fatos, cobrar justiça e prevenir novas tragédias como a de Mariana e Brumadinho, para o bem dos brasileiros e do meio ambiente", completou.


12h17m
O comandante dos Bombeiros de MG, Coronel Edgard Estevo, informa que são 354 desaparecidos no caso no momento. Sete corpos já foram retirados da área de desastre. O trabalho de buscas deve se prolongar por semanas. Há quatro pontos de busca onde ainda pode haver sobreviventes, acrescenta o coronel: uma locomotiva, um ônibus, uma parte de um prédio e a Comunidade Parque das Cachoeiras.

Bombeiros carregam corpo resgatado em Brumadinho (Foto: Douglas Magno / AFP)

12h10m
Os Bombeiros informam que 15 famílias foram encontradas ilhadas no Bairro Cachoeira, na área afetada pelo rompimento da barragem. São 50 pessoas, que estão sendo resgatadas neste momento. Também foi encontrado um ônibus da Vale e não se sabe quantas pessoas estão lá dentro -- as autoridades não deram esperanças de que haja sobreviventes no veículo.


11h59m
Segundo informações da Record TV, uma região específica de resgate foi evacuada. 3 helicópteros voaram para retirar os bombeiros e voluntários do local. 140 bombeiros foram retirados do local, mas foi confirmado que era alarme falso.

11h46m
Segundo informações da Record TV, um ônibus teria sido encontrado. Este veículo seria de funcionários da Vale.
Vaca atolada na lama que vazou da barragem em Brumadinho (Foto: AFP/Douglas Magno)

Vazamento da barragem deixou rastro de destruição (Foto: AFP/Douglas Magno)
11h27m
A GloboNews apurou o primeiro nome de vítima fatal na tragédia: Marcele Porto Cangussu. A família já foi informada, mas não quis comentar no momento.


11h17m
Segundo informações obtidas pela Record TV, 5 trabalhadores da mineradora Vale foram resgatados com vida.

11h15m
Os Bombeiros informaram que vão atualizar o número de mortos às 14h. A té o momento, resgataram 189 pessoas e há também 9 mortos. Segundo os bombeiros a lama ainda não está assentada e pode se mover, por isso o trabalho de resgate é muito delicado.

11h04m
A Retiro Baixo Energética, responsável pela Usina Hidrelétrica de Retiro Baixo, informou que tomou as primeiras providências para conter a lama da barragem rompida. A operação da usina foi interrompida e foram realizados testes de vertedouro, além de fechadas as tomadas de água para preservar os equipamentos. A empresa está em contato com as autoridades competentes para avaliar os reflexos causados pelo deslocamento da lama e tomar novas providências.
Um vídeo forte gravado nesta sexta-feira mostra o resgate de uma mulher em meio aos escombros em Brumadinho. Em entrevista ao Jornal Hoje, TV Globo, o marido dela diz que esposa passa bem e encontra-se em casa repousando.
Para assistir o vídeo clique aqui.


09h53m
A auxiliar de serviço básico Darcília Oliveira Nascimento Silva, de 49 anos, e o pedreiro José Ferreira da Silva, de 55 anos vivem a agonia da espera. O casal diz que o filho deles, Josué Oliveira da Silva, de 27, está entre os desaparecidos.

O jovem prestava serviços na mina pela segunda temporada como soldador. Segundo o casal, desta vez, ele havia começado a trabalhar na semana passada na unidade da Vale.

Com lágrimas nos olhos, Darcília conta que, ao chegarem ao hospital nesta manhã, ela e o marido fizeram um cadastro junto à assistente social, informando os dados do filho. A última vez que falaram com o rapaz foi na quarta-feira, à noite. “O telefone toca, toca, mas....”, disse José. Apesar da falta de contato e informações, ele se diz esperançoso.

Darcília Oliveira Nascimento Silva e José Ferreira da Silva têm esperança de que o filho seja encontrado após o desastrem em Brumadinho (Foto: Raquel Freitas/G1)

09h23m
A Vale divulgou em seu site uma lista com mais de 400 nomes de pessoas com as quais ainda não foi conseguido contato, entre funcionários próprios e tercerizados. ACESSE A LISTA.

09h10m
Os Bombeiros de Minas informam que as equipes de busca contam com 13 aeronaves: 5 do Corpo de Bombeiros de MG, 4 da Polícia Militar de MG, 2 da Polícia Civil de MG, 1 da FAB e 1 do Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro.

08h50m
Especialistas investigam um possivel tremor de magnitude 3 na região do rompimento da barragem da Vale, sendo um possível fator para que se rompesse.

08h33m
O tenente porta-voz dos Bombeiros Pedro Aihara informa que há entre 300 e 350 pessoas desaparecidas.
O tenente afirma que os bombeiros acreditam que ainda podem encontrar vítimas vivas no meio da lama. As buscas continuam.

Helicóptero envolvido nos trabalhos de resgate (Foto: Reprodução/TV Globo)

08h30m
Os cerca de 300 desaparecidos estimados pelos bombeiros estão distribuídos da seguinte maneira:
 - Entre 100 e 150 pessoas na área administrativa que ficava nas proximidades da barragem que rompeu
 - Aproximadamente 30 pessoas estão na região da Vila Vértico
 - Aproximadamente 35 pessoas estavam pousada Nova Estância
 - De aproximadamente 100 a 140 pessoas na região do Parque das Cachoeiras

08h15m
A Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad) suspendeu, nesta sexta-feira (25), todas as atividades da mineradora Vale em Brumadinho. A Semad ainda determinou a abertura de um canal para escoar o acúmulo de sedimentos que possam interromper o fluxo natural do curso d'água. Também foi determinado o rebaixamento do nível do reservatório da barragem e o monitoramento da qualidade da água no Rio Paraopeba.

Imagem aérea do local do desastrem em Brumadinho na manhã deste sábado (26) (Foto: Reprodução/TV Globo)
07h30m - 26/01/2019
O Corpo de Bombeiros informa que o acesso a Brumadinho pela rodovia BR-040 está bloqueado. Como por Casa Branca o percurso é muito longo e está com problemas, o melhor acesso é passar por Barreiro, Ibirité e Mário Campo, até chegar em Brumadinho.

23h59m - 25/01/2019
A justiça de MG acabou de determinar o bloqueio de contas da Vale. O juiz plantonista Renan Chaves Carreira determinou o bloqueio de cerca de R$ 1 bilhão da Vale. O dinheiro, segundo a sentença, será usado no auxílio das famílias.
Ponte ferroviária destruída com o rompimento da barragem (Foto: Reprodução/TV Globo)

23h00m - 25/01/2019
O governador Romeu Zema (Novo) afirmou que os trabalhos na região de Brumadinho estão sob controle. "Eu diria que apesar de ser uma tragédia de dimensões enormes, a situação está sobre controle. As nossas forças estão fazendo o melhor e eu acompanho pessoalmente".

Zema disse também que é muito difícil resgatar pessoas vivas dos escombros. "Muito provavelmente iremos resgatar a partir de agora somente corpos".




Nenhum comentário:

Deixe sua opinião, sempre com respeito:

Tecnologia do Blogger.