Por que cerimônias de posse acontecem no 1° de janeiro

Muita gente se pergunta o motivo das posses do executivo ocorrerem em pleno feriado, no primeiro dia do ano, como determina a Constituição. Confira a explicação.
(Foto: arquivo/TopMediaNews)
Tube News
01/01/2019  17h38m
"Quem acordou cedo após Réveillon pode se perguntar por que a posse de Bolsonaro e governadores é em 1ºde janeiro. A ideia inicial era boa: diminuir tempo entre eleição e posse. Collor, eleito em 15 de novembro, esperou até 15 de março, enquanto Sarney, sem força, governou+4 meses.

Como tantas coisas, data da posse é determinada pela Constituição. Uma emenda mudou-a p/ 1º de janeiro, diminuindo coexistência de um presidente com pouco poder político e um presidente eleito com força política mas sem meios de ação. Em 1994, FHC foi o primeiro a assumir na data

Já houve várias propostas para tirar a data da posse de 1º de janeiro. Há o motivo óbvio de que ninguém gosta de trabalhar após o Réveillon. A atenção das pessoas também não está focada na política. A data atual ainda desestimula a presença de autoridades estrangeiras.

A proposta de mudança de data da posse que mais avançou é a PEC 182/07, que pretende ainda acabar com reeleição. Presidente assumiria em 5 de janeiro, governadores no dia 4, p/ que pudessem viajar a Brasília no dia seguinte. Foi aprovada em primeira votação em 2015, mas ñ avançou.

Uma discussão específica atrapalhou em 2015 a tramitação da PEC que mudaria a #PossePresidencial para 5 de janeiro: o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, ñ aceitava dar mais 5 dias de mandato pra então presidente Dilma. Por isso, a mudança só valeria a partir de 2023.

Uma correção: Rodrigo Maia em 2015 era o relator da PEC da reforma política."

Texto sem edição de @JotaInfo

Nenhum comentário

Deixe sua opinião, sempre com respeito: