Gata é morta a pauladas por arranhar uma mulher - Tube News

@otubenews

09 janeiro 2019

Gata é morta a pauladas por arranhar uma mulher

Suspeita matou animal após pisar acidentalmente no rabo dele e ser arranhada no estabelecimento, que fica no Parque Mangueira.
Gata é morta a pauladas dentro de mercado em Paraty — Foto: Divulgação/Polícia Civil
Tube News, via G1
09/01/2019  14h53m
Uma gata foi morta a pauladas por uma mulher dentro de um mercado de Paraty, na Costa Verde do Rio. A agressão causou revolta dos moradores e repercutiu nas redes sociais nesta terça-feira (8).

Segundo o estabelecimento, a suspeita matou o animal após pisar acidentalmente no rabo dele e ser arranhada no mercado, que fica no Parque Mangueira.

O crime aconteceu no domingo (6), porém as imagens de uma câmera de segurança foram resgatadas na segunda a noite, nelas é possível ver o momento da agressão. As imagens são fortes.

Ainda segundo os responsáveis pelo estabelecimento, a mulher foi atendida pelas pessoas presentes no local. Porém, mesmo assim voltou com um pedaço de pau minutos depois e atingiu a gata na cabeça, que morreu na hora.

A gata Nina foi adotada há aproximadamente três anos pelos donos do mercado. Eles castraram e cuidaram dela durante todo esse tempo. “Todo mundo amava a Nina. Não tinha um que não falava com ela”, contou a funcionária do local, Valmira.
Gata foi morta a pauladas em Paraty — Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal


O artigo 32 da Lei número 9.605/98 de Crimes Ambientais pune quem pratica ato de violência a animais. São enquadrados nesse item quem fere ou mutila animais domésticos, silvestres, nativos ou exóticos. Quem for condenado pode receber pena de detenção de três meses a um ano, além de multa.

O caso foi registrado na manhã desta terça na 167ª Delegacia de Polícia (Paraty). A mulher é procurada pelos agentes.

Em caso de crime ambiental, a população pode denunciar através de forma anônima ao Linha Verde, programa do Disque Denúncia voltado para denunciar crimes ambientais, através do telefone 0300 253 1177 (custo de ligação local) ou pelo APP "Disque Denúncia RJ". O anonimato é garantido.
Postar um comentário