Homem tenta sequestrar criança no portão de escola em MS - Tube News

@otubenews

04 dezembro 2018

Homem tenta sequestrar criança no portão de escola em MS

Com as características em mãos, Polícia Civil divulga o retrato-falado, com a intenção de receber possíveis denúncias.
Polícia divulgou retrato-falado de suspeito de tentar sequestrar menino em Campo Grande — Foto: Graziela Rezende/G1 MS
Tube News, via G1
04/12/2018 19h38m
"Vocês mandaram alguém ontem buscar o filho de vocês na escola, né?!". É com este questionamento que um casal descobriu uma tentativa de sequestro, de um menino de 10 anos, no portão de uma escola particular do bairro Taveirópolis, em Campo Grande. O fato ocorreu no dia 21 de novembro deste ano e, deste então, a polícia tenta identificar o suspeito do crime.

"Nós analisamos imagens de circuito interno, no entorno da escola e descobrimos o carro utilitário que o suspeito chegou na escola. Ele então se dirigiu no portão, onde falou com uma funcionária. Na ocasião, o homem falou o nome completo e a série da criança, quando foi informado que ela não tinha ido na escola naquele dia", afirmou o delegado João Paulo Sartori, responsável pelas investigações.

Ao saber do fato, os pais, que não tiveram a identidade e profissão revelada, ficaram muito preocupados e procuraram a polícia. "Eles são pessoas de boa índole, sem antecedentes criminais. Prestaram depoimento aqui no Garras [Delegacia Especializada de Repressão à Roubos a Bancos, Assaltos e Sequestros], bem como a funcionária. Ainda não sabemos a motivação do crime", ressaltou Sartori.

Com as características em mãos, a Polícia Civil divulga o retrato-falado, com a intenção de receber possíveis denúncias. "O carro dele é um Renault Duster branco, com insulfilm e alguns detalhes pretos. O homem aparenta ter mais de 40 anos. Quem identificar ou tiver algum conhecido ou parente com estas características, pode falar conosco. Precisamos do endereço e qualificação desta pessoa, mantendo total sigilo. Temos uma suspeita e precisamos confirmar estas informações", explicou o delegado.

Ainda conforme a polícia, o caso serve de alerta para os pais ou responsáveis, além de gestores de escolas. "A intenção é evitar que outros fatos como este aconteçam, é realmente inibir ações neste sentido. Na ocasião, o homem chegou por volta das 16h e ainda disse ser da família", finalizou João Paulo.

O inquérito, até o momento, foi registrado como tentativa de sequestro. As denúncias podem ser feitas pelo telefone: 67 3357 - 9500.
Postar um comentário