A identidade secreta de Putin nos tempos da KGB

Putin tinha 33 anos quando também atuou como membro da Stasi, polícia secreta da Alemanha Oriental.
Putin era também agente da KGB na época Reprodução/Flickr
Tube News, via R7
12/12/2018  07h51m
Um documento inédito foi divulgado, nesta terça-feira (11), pela revista alemã Bild e, segundo a publicação, revela que o atual presidente da Rússia, Vladimir Putin, de 66 anos, foi também um agente da Stasi, nos anos 80, a polícia secreta da Alemanha Oriental, antes da reunificação com a Ocidental, em 1990.

Era sabido que Putin, então major do Exército, era agente da KGB. Ele trabalhou por esta entidade, que foi a principal organização do serviço secreto soviético, em Dresden, então Alemanha Oriental, nos anos 90, tendo residido na chamada Vila da KGB.

Mas, segundo Konrad Felber, de 65 anos, chefe da Stasi Records Agency, não se sabia que Putin era membro da organização alemã.

“Até agora, não se sabia que Putin, que trabalhara como agente da KGB em Dresden até 1990, estava de posse de uma identificação da Stasi. Seu nome não aparece no único arquivo que lista todos os militares soviéticos que receberam cartões de identidade."

A identificação no documento é de 12 de dezembro de 1985, quando Putin tinha 33 anos. O documento, renovado a cada trimestre, era válido até o fim de 1989. Agora se encontra no arquivo da antiga Stasi.

A Stasi Records Agency, chefiada por Felber, é uma agência federal alemã que preserva arquivos e investicações da extinta Stasi.

A Alemanha Oriental foi um Estado comunista, criado em 1949, e ficava na região ocupada pela União Soviética, na divisão de Berlim e do país com as potências ocidentais, após o fim da Segunda Guerra. Na época em que Putin atuou no país, o presidente era Erich Honecker.

Postar um comentário

0 Comentários