Luzes assustam população de San Diego, nos EUA - Tube News

@otubenews

13 setembro 2018

Luzes assustam população de San Diego, nos EUA

Alguns moradores 'entraram em pânico' com um conjunto de sinais no céu. Governo diz que são "sinalizadores de treinamento".
(Foto: Reprodução/Twitter/@DBurnsOfficial)
Tube News, via R7
Luzes não identificadas sobrevoando o céu causou medo entre os habitantes de San Diego, no sul da Califórnia. As imagens apareceram principalmente no Twitter, onde usuários descreveram os OVNIs como "a coisa mais assustadora que já viram".

Segundo relatos publicados em redes sociais, o fenômeno começou por volta das 20h20, do dia 29 de agosto. Isso dá uma hora depois do por do sol na região.

"Era um conjunto extremamente brilhante", afirmou Uma Aggarwa ao jornal San Diego Union Tribune. Ao sul da fronteira dos Estados Unidos, no México, vídeos e fotos publicados mostraram que o fenômeno pode ser visto de lá.

Em San Ysidro e La Mesa, a mais de 16 quilômetros de distância, as luzes no céu também foram vistas. Logo depois, começaram a surgir as primeiras teorias da conspiração.

A primeira delas, claro, falava em OVNIs vindo de outros planetas e até outras galáxias.

Comentários no YouTube chegaram até a analisar como as luzes flutuavam e tentavam determinar a tecnologia usada. Outros foram mais pé no chão e e imaginaram um conjunto de drones. Para que drones ficariam acima de uma cidade populosa de noite, ninguém sabe. Alguns chutaram que seria um programa de vigilância populacional. As especulações também afirmaram que seria um tipo de avião de testes secretos.

Talvez o já famoso TR-B3, um avião de combate antigravidade que ninguém sabe se existe mesmo.

Somente dois dias depois um porta-voz do governo publicou uma explicação sobre o ocorrido.

Segundo a Marinha americana as luzes eram sinalizadores de treinamento dos Fuzileiros Navais. Especialmente o Esquadrão VMGR-325, conhecido como "Caçadores Aéreos".

Como era de se esperar, alguns discordaram da explicação oficial, mas já deu para dormir um pouco mais tranquilo.

Tube News, via R7
Postar um comentário