Atleticanos cantam ‘Bolsonaro vai matar veado’ em ato homofóbico para cruzeirenses no Mineirão - Tube News

@otubenews

17 setembro 2018

Atleticanos cantam ‘Bolsonaro vai matar veado’ em ato homofóbico para cruzeirenses no Mineirão

“Ô cruzeirense, toma cuidado: o Bolsonaro vai matar veado”, dizia a música em referência ao candidato Jair Bolsonaro, presidenciável pelo PSL.


Tube News, via BHAZ
Durante o intervalo da partida entre Cruzeiro e Atlético, pelo Campeonato Brasileiro, na tarde deste domingo (16), alguns atleticanos provocaram cruzeirenses com canto homofóbico. “Ô cruzeirense, toma cuidado: o Bolsonaro vai matar veado”, dizia a música em referência ao candidato Jair Bolsonaro, presidenciável pelo PSL.

Os próprios torcedores do Atlético, e também de outros times, manifestaram repúdio ao canto nas arquibancadas. A torcida LGBTQ+ Galo Queer soltou uma nota pedindo um posicionamento do clube alvinegro. Leia:

“Esperamos que a diretoria do Clube Atlético Mineiro se posicione publicamente em repúdio aos cantos entoados pela torcida atleticana no clássico de hoje, no Mineirão. Um grito que incita diretamente o assassinato de homossexuais. É inadmissível que o clube que carrega o marketing de time de povo fique em silêncio diante das ações violentas de parte da sua torcida.

Lembramos que o artigo 13 do Estatuto do Torcedor garante que não se deve incitar atos de violência no estádio, qualquer que seja a sua natureza, e ainda que não tenham cânticos discriminatórios, racistas ou xenófobos.

O Galo deve ser amor e não intolerância. #EleNÃO”

Após a repercussão do caso, o Clube Atlético Mineiro se manifestou, por meio de nota e de um vídeo, e reiterou “repúdio a quaisquer gestos de preconceito ou de incitação à violência”.

Veja os vídeos aqui


Tube News, via BHAZ
Postar um comentário