Homem é morto e adolescente fica ferida após casal ser baleado - Tube News

@otubenews

12 agosto 2018

Homem é morto e adolescente fica ferida após casal ser baleado

Caxias do Sul, RS: Segundo a polícia, dois adolescentes apareceram e atiraram contra o casal que caminhava em um bairro afastado da cidade.
Câmera de segurança registrou momento do ataque ao casal em Caxias do Sul (Foto: Reprodução/RBS TV)
Tube News
Um homem foi morto no meio da rua na manhã deste sábado (11) em Caxias do Sul, na Serra do Rio Grande do Sul. Segundo a polícia, ele estava junto com uma adolescente quando dois adolescentes apareceram e atiraram contra o casal. Um homem foi preso e três menores, apreendidos por suspeita do crime.

O homem morreu na hora. A jovem fugiu, mas foi perseguida e baleada. Até o início da noite, ela estava internada em um hospital, sem risco de morrer. O crime aconteceu por volta das 10h30 em um bairro afastado do centro da cidade, e foi registrado por câmeras de segurança.

Segundo a Polícia Civil, dois adolescentes dispararam contra o casal. O terceiro menor e o adulto são suspeitos de ajudar na fuga.

A delegada Thalita Andrich, responsável pelo caso, suspeita de ligação o tráfico. "Já sabemos que há vinculação com algumas facções, então com certeza tem vinculação com tráfico de drogas, que tem sido a maioria dos casos aqui na cidade", afirma.

Preocupação com assassinatos
O alto número de assassinatos em Caxias do Sul preocupa moradores e órgãos de segurança. A cidade já teve neste ano 85 mortes violentas. Quatro delas aconteceram na última semana: dois homicídios e dois latrocínios – roubo seguido de morte.

Há pouco mais de uma semana, seis pessoas foram assassinadas no intervalo de 40 minutos, em três bairros diferentes. A polícia suspeita de ligação entre os casos. Um adolescente de 17 anos está apreendido, por suspeita de participação na chacina em que quatro pessoas foram mortas, entre elas uma grávida de oito meses.

Desde sexta-feira da semana passada, a Brigada Militar realiza uma operação de combate aos homicídios, com apoio do Batalhão de Operações Especiais (BOE) de Porto Alegre. Vinte policiais treinados para atuar em áreas de conflito fazem patrulhamento e revistas em bairros definidos de acordo com o índice de assassinatos.

Por G1 e RBS TV
Tube News
Postar um comentário