Grandes ondas viram barco na Indonésia - Tube News

@otubenews

25 julho 2018

Grandes ondas viram barco na Indonésia

Ondas que chegaram até 4,5 metros arrastam e viram barco em Sorake Beach, na ilha de Nias; em Keramas, torre de madeira é destruída.
Barco vira na Indonésia (Foto: Bruno Lemos)
Tube News

Conhecida por ser um lugar buscado por surfistas do mundo todo, a Indonésia teve uma quarta-feira de ondulação histórica, que atingiu vários cantos do arquipélago e rendeu imagens impressionantes. Na Ilha de Nias, situada a 125 km do oeste de Sumatra, as ondas chegaram a até 15 pés (4,5 metros), e o que pode ser bom para os surfistas, não foi tão bom para outros. A ondulação arrancou a âncora, arrastou para dentro do mar e virou um barco em Sorake Beach, no sul da ilha. Em Keramas, uma das poucas direitas de Bali, uma torre de madeira foi destruída e carregada. Para os surfistas, momentos que podem ir do céu ao inferno, ou do topo da onda direto para o coral.

Assista ao vídeo do barco virando; imagens do brasileiro Bruno Lemos.

O surfista e fotógrafo Bruno Lemos, que estava em Sorake Beach quando o barco vira, registrou o momento. O brasileiro conta que o barco, que era de uma família que tem uma pousada em frente ao local, estava vazio e ancorado antes de ser arrastado e virado pelas ondas. Mas, apesar do acidente, os surfistas encararam os tubos perfeitos nesta quarta-feira.

- O barco estava ancorado na praia, na parte do Key Role, que é onde os surfistas passam para entrar no mar. Mas barco foi arrastado para a zona do surfe, e alguns surfistas até remaram para tentar fazer alguma coisa, mas claro que sem sucesso. E o barco virou sem ninguém dentro, acho que afundou. Virou completamente de cabeça para baixo. Mas os surfistas pegaram altas ondas, aqui é tubular, difícil de dropar. De manhã até o almoço foi bem difícil. Mas à tarde ficou clássico, ficou épico - afirmou Bruno.

O surfista Lucas Silveira, que compete no WQS, foi um dos que aproveitaram as ondas gigantes para um bom dia de surfe.

Em Keramas, praia que sedia uma etapa do Circuito Mundial de Surfe, uma torre de madeira foi destruída e arrastada pelas ondas até a beira de um hotel.

Um dia antes, o freesurfer havaiano Koa Smith tomou uma vaca e com grandes arranhões provacos pelo coral.

Surfista havaiano Koa Smith ferido.

Por Alexandre Ribeiro, Ilha de Nias, Indonésia
Postar um comentário