NUVEM DO VULCÃO KILAUEA, NO HAVAÍ, CHEGA ÁS ILHAS MARSHALL - Tube News

@otubenews

28 maio 2018

NUVEM DO VULCÃO KILAUEA, NO HAVAÍ, CHEGA ÁS ILHAS MARSHALL

Meteorologistas disseram a moradores das ilhas do Pacífico que tiverem problemas respiratórios devem permanecer em suas casas.
Lava do vulcão Kilauea, no Havaí, ilumina o céu em Leilani Estates, perto de Pahoa, no domingo (27) (Foto: Marco Garcia/ Reuters)

Tube News
A nuvem emitida pelo vulcão havaiano Kilauea alcançou neste domingo (27) as Ilhas Marshall, no oceano Pacífico, informaram as autoridades. As partículas devem seguir o deslocamento rumo ao oeste.

O fenômeno, conhecido em inglês como "vog", uma contração das palavras vulcão e neblina, "está se alastrando pela Micronésia", informou o Serviço Meteorológico Nacional Americano, com sede na ilha de Guam.

Os meteorologistas advertiram que os moradores das Ilhas Marshall com problemas respiratórios devem permanecer em suas casas. As companhias aéreas e empresas receberam alertas de possível visibilidade reduzida.
O céu iluminado pela lava do vulcão Kilauea é visto em Leilani Estates perto de Pahoa, no Havaí, EUA, em imagem de arquivo (Foto: Marco Garcia/Reuters)

Atividade vulcânica
O Kilauea é um dos vulcões mais ativos do mundo e um dos cinco na Grande Ilha do Havaí. Ele entrou em erupção em 3 de maio, o que forçou a saída de 2.000 moradores áreas próximas à montanha.

Os cientistas acreditam que a atividade vulcânica pode indicar uma erupção maior, similar à registrada na ilha na década de 1920. Durante o final de semana, houve mais de 250 terremotos no pico do Kilauea e quatro explosões no sábado, disseram autoridades.

A lava que emerge do Kilauea cobriu um poço potencialmente explosivo de uma usina geotérmica e ameaça outro depois de invadir o local. Nunca tinha acontecido de a lava de um vulcão cobrir uma usina geotérmica em nenhum lugar do mundo. Por isso, a ameaça em potencial é desconhecida, segundo o chefe da agência estadual de gestão de emergências.

No entanto, a Agência de Defesa Civil do Havaí disse que os poços "estão estáveis e seguros", e o governador do Estado norte-americano, David Ige, disse que a usina está "suficientemente protegida".

Por France Presse
Postar um comentário