ANTIGO PRÉDIO DO IBGE NO RIO DE JANEIRO É IMPLODIDO

Demolição ocorreu por volta das 7h deste domingo (13); trânsito sofreu alterações na região. Imóvel dará lugar a unidades do Minha Casa, Minha Vida.
Implosão do antigo prédio do IBGE aconteceu às 7h (Foto: Reprodução / TV Globo)

Tube News
A Prefeitura do Rio implodiu o antigo prédio do IBGE na Mangueira, Zona Norte do Rio, neste domingo (13). O imóvel foi abaixo por volta das 7h. A implosão durou poucos segundos e o entorno da região ficou coberto pela fumaça. Às 8h20, todas as vias que estavam interditadas foram liberadas.

No fim de abril, uma ação de reintegração de posse foi feita no local. O edifício foi demolido para dar lugar a unidades do programa Minha Casa, Minha Vida.

Segundo a prefeitura, as 210 famílias que viviam no edifício foram cadastradas e, enquanto aguardam pela casa própria, receberão aluguel social no valor de R$ 400 mensais.

O prédio corria risco de incêndio e de desabamento por ruína, segundo avaliações de técnicos da Subsecretaria de Habitação e laudos da Defesa Civil Municipal. Ainda de acordo com a prefeitura, os moradores subdividiam os espaços e improvisavam moradia em área que não era residencial, onde removeram vigas, paredes e até colunas para adaptar cômodos. O fornecimento de energia nos andares se dava por meio de ligações clandestinas, o que gerava risco de curto circuito.

Após a implosão do antigo prédio, uma equipe formada por 35 garis da Comlurb fez a varrição e a lavagem da área.

Para realizar a implosão do imóvel, a prefeitura montou um esquema especial de trânsito na região:
  • Entre 6h e 8h, a Rua Visconde de Niterói foi interditada em ambos os sentidos, entre o Viaduto da Mangueira (Viaduto Angenor de Oliveira) e a Rua Ana Neri.
  • A operação de trânsito nas principais vias do entorno contou com a participação de 30 homens, entre controladores da CET-Rio e guardas municipais, que farão os bloqueios, além de trabalhar para manter a fluidez, ordenar os cruzamentos e orientar pedestres.
  • Técnicos da CET-Rio monitoraram toda a área impactada pela interdição através de câmeras no Centro de Operações Rio (COR) ajustando a programação dos semáforos para garantir a fluidez do trânsito. Foram utilizados 4 painéis de mensagens variáveis e 7 faixas que informaram sobre a interdição e rotas de desvio.
Segundo fontes do local, havia dezenas de animais neste prédio e ativistas foram impedidos de resgatá-los por policiais armados.
Por G1 e TV Globo
Tube News
Postar um comentário
Tecnologia do Blogger.