'CARTEIRO REBELOU-SE'? CORREIOS DIZEM QUE MENSAGEM É MONTAGEM - Tube News

@otubenews

17 maio 2018

'CARTEIRO REBELOU-SE'? CORREIOS DIZEM QUE MENSAGEM É MONTAGEM

Imagem foi publicada na internet por morador de Brasília. Correios diz que esses termos 'não são utilizados'.
Mensagem postada por brasiliense nas redes sociais (Foto: Reprodução)


Tube News
Uma "resposta" inusitada do sistema de rastreamento de encomendas dos Correios viralizou nesta quinta-feira (17), na web, depois da publicação de um morador de Brasília nas redes sociais. A imagem compartilhada na internet diz que "a entrega não pode ser efetuada" porque o "carteiro rebelou-se".

Na foto, é possível notar que o acesso ao site foi feito no fim da tarde de quarta (16), às 17h13, a partir de um computador de Brasília. Procurado pela reportagem, os Correios negaram que a "resposta" dada pelo sistema seja verdadeira.

Em nota, a empresa explicou que os termos utilizados na imagem "não são utilizados pelos Correios". A empresa pública diz, ainda, que o rastreamento de objetos no site "está funcionando normalmente", sem qualquer registro de invasão hacker.

"Portanto, trata-se de uma imagem editada de forma amadora."

Até as 16h desta quinta, cerca de 20 horas após a primeira publicação, uma postagem no Twitter que fazia uma brincadeira com a suposta resposta já tinha 4,5 mil compartilhamentos, 12 mil curtidas e mais de 200 comentários.
Centro de distribuição dos Correios (Foto: Reprodução/ EPTV)

Outras montagens
Na internet, a brincadeira com a encomenda reastreada em Brasília deu origem a outras imagens – supostas montagens – com o sistema dos Correios. Em uma delas, a reprodução do ambiente que monitora os pedidos em trânsito mostra que um objeto "foi encaminhado", mas que a entrega "será feita até o Natal". A data é de 9 de maio deste ano.

Em outro comentário nas redes sociais, um perfil compara a resposta do carteiro que "rebelou-se" ao funcionamento da unidade dos Correios no Guará. Na publicação, o usuário escreve que carteiros da região "entraram em férias" e, por isso, as encomendas não estão sendo entregues.

Há também quem, desde o início, tenha desconfiado da montagem. Na mesma publicação, um usuário pede o número do objeto rastreado para que ele mesmo veja "o que aconteceu de fato".


Imagem postada nas redes sociais mostra suposta resposta emitida pelos Correios (Foto: Facebook/Reprodução)
Por G1
Tube News
Postar um comentário