ORDEM DE PRISÃO CONTRA LULA | SAIBA TUDO COM ATUALIZAÇÕES CONSTANTES

Lula diz que vai se entregar e provar sua inocência: 'Não estou escondido'. STJ e STF negaram pedidos da defesa para evitar prisão.
Momento em que o ex-presidente Lula deixou o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo (SP), para se entregar à Polícia Federal. (Foto: Leonardo Benassatto/Reuters)

Tube News
RESUMO
  • Moro determinou prisão de Lula para cumprir pena no caso do triplex
  • Prazo para Lula se apresentar à PF em Curitiba terminou às 17h de sexta
  • Lula continua na sede do Sindicato dos Metalúrgicos, em São Bernardo (SP)
  • Ex-presidente disse que vai cumprir mandado de prisão
  • Ministro Edson Fachin, do STF, negou recurso da defesa para evitar prisão
Helicóptero posicionado na Polícia Federal para possivelmente leva ex-presidente Lula ao Aeroporto de Congonhas. (Foto: Reprodução/G1)

Avião da Polícia Federal com Lula decola no Aeroporto de Congonhas às 20h46. O ex-presidente será levado para a sede da PF em Curitiba (PR).
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva já está na Superintendência da Polícia Federal em São Paulo. Ele vai passar pelo exame de corpo de delito.

Luiz Inácio Lula da Silva é o primeiro ex-presidente brasileiro preso por crime comum. Antes deles, outros ex-presidentes foram presos, mas por motivos políticos. Lula passará a cumprir pena de 12 anos e 1 mês de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro.
O comboio que leva Lula passou pelo Aeroporto de Congonhas e está indo para a Marginal Pinheiros. Eles devem ir para a sede da Polícia Federal em São Paulo, onde Lula deve fazer exame de corpo de delito. De lá, deve ir para Congonhas de helicóptero. No aeroporto, há um avião o esperando para levar o ex-presidente para Curitiba.

Após Lula se entregar à Polícia Federal, comemorações foram vistas nas cidades de São Paulo, Belo Horizonte, Curitiba e Rio de Janeiro. A população fez alguns "panelaços" e fogos de artifícios foram lançados.


Ex-presidente Lula se entrega à Polícia Federal para cumprir pena por corrupção e lavagem de dinheiro.
Lula saiu do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo (SP), andando. (Foto: Reprodução/GloboNews)


João Paulo, da coordenação do MST, também conversa com os militantes. Ele disse que é preciso evitar a prisão preventiva. De acordo com o líder, isso “tirará as ferramentas jurídicas que permitirão que Lula concorra à Presidência da República”.

Luiz Marinho, ex-prefeito de São Bernardo do Campo (SP), também subiu ao carro de som para conversar com os manifestantes.

A senadora e presidente do PT explicou aos militantes que a Polícia Federal deu meia hora para que eles resolvam a situação e, se não for resolvida, Lula será responsabilizado. Ela ainda disse que "é Lula que vai sofrer a consequência" e que, se ele não se entregar, pode ser decretada a prisão preventiva. Mais cedo, o ex-presidente tentou sair do sindicato para se entregar à Polícia Federal, mas foi impedido por manifestantes.
Apoiadores de Luiz Inácio Lula da Silva impedem que o carro com o ex-presidente saia da sede do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo (SP), na tarde deste sábado (7) (Foto: Werther Santana/Estadão Conteúdo)


“Quando Lula tomou a decisão, ele tomou a decisão baseada em uma situação. A resistência nós podemos fazer. Mas a leitura que fazemos aqui não é a nossa resistência, mas é a resistência dele”, disse Gleisi Hoffman, presidente do PT, aos militantes.

“Eu preciso dividir com vocês o problema que nós temos. Não vim aqui impor nenhuma posição”, disse Gleisi Hoffman, presidente do PT, aos manifestantes.

A presidente do PT, Gleisi Hoffman, subiu em carro de som para conversar com militantes nas proximidades do Sindicato dos Metalúrgicos, em São Bernardo (SP).

Militantes não deixaram o ex-presidente sair do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo. Lula chegou a entrar no carro e acabou tendo que voltar à sede da entidade.

A imprensa internacional também acompanha o processo de prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O Clarín, da Argentina, chegou a exibir apresentação ao vivo sobre o caso.
Argentino 'El Clarín' exibiu ao vivo os desdobramentos da prisão de Lula (Foto: Reprodução/El Clarín)


Também na Polícia Federal, em Curitiba (PR), outro grupo se manifesta favorável à prisão de Lula.

Em Curitiba (SP), grupo se reúne em frente à Polícia Federal para protestar contra a prisão de Lula.

Lula chegou a entrar em carro para deixar o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, mas o veículo não conseguiu sair das dependências da entidade devido à quantidade de militantes no local. O ex-presidente teve que retornar ao interior do prédio.

Lula chegou a entrar em carro para deixar o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, mas o veículo não conseguiu sair das dependências da entidade devido à quantidade de militantes no local. O ex-presidente teve que retornar ao interior do prédio.
Lula voltou ao prédio do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC (Foto: Reprodução/GloboNews)


Segundo a colunista Cristiana Lôbo, agentes da Polícia Federal aguardam o ex-presidente Lula em São Bernardo do Campo. Ainda não está claro se ele irá para a sede da PF em São Paulo ou para o aeroporto de Congonhas. Lula disse em discurso nesta tarde que vai cumprir o mandado de prisão.

"Eu sairei dessa maior, mais forte, mais verdadeiro e inocente, porque eu quero cobrar que eles é que cometeram um crime, um crime político de perseguir um homem que tem 50 anos de história política", diz Lula.
Momento em que Lula entrou no carro (Foto: Reprodução/GloboNews)


Lula diz que os amigos "de gravatinha" desapareceram, e que os amigos que permanecem são aqueles que já eram seus amigos desde a época do sindicato.

"Vamos fazer uma nova Constituinte, vamos revogar a lei do petróleo, não vamos deixar vender o BNDES, a Caixa Econômica", diz Lula.

Lula diz que tem profundo orgulho de ter sido o único presidente sem ter um diploma universitário. "Mas sou o presidente que mais fez universidade na história desse país."

"Nós não querermos repetir a barbaridade que fizeram com a Marielle no Rio, que fazem com meninos negros nesse país", diz Lula.

"Eu não to escondido, eu vou lá na barba deles, para eles saberem que eu não tenho medo, que não vou correr e para saberem que eu vou provar a minha inocência", diz Lula.

"Quanto mais dias me deixarem lá [preso], mais Lulas vão nascer neste país", diz o ex-presidente.

Lula diz que muitas pessoas sugeriram que ele procurasse asilo no Uruguai ou em embaixadas de outros países. Ele diz que não tem mais idade para isso e que vai enfrentar todos "olho no olho".

"Eu não pararei porque eu não sou mais um ser humano, eu sou uma ideia, uma ideia misturada com a ideia de vocês", diz Lula a apoiadores.

"O meu coração baterá pelo coração de vocês, e são milhões de corações", diz Lula.

"Não adianta tentar parar o meu sonho, porque quando eu parar de sonhar eu sonharei pela cabeça de vocês", diz Lula.

"Eles acham que tudo o que acontece nesse país acontece por minha causa", diz Lula.

Lula diz que vai atender o mandado de prisão. "Vou atender porque eu quero fazer a transferência de responsabilidade."

Lula diz que não querem que ele participe da eleição. "Eles não querem o Lula de volta, porque pobre na cabeça deles não pode ter direito."

Lula fala agora sobre o Ministério Público. Ele critica "meninos" que entram no MP "porque o pai pode pagar" e diz que eles precisam conhecer mais a sociedade brasileira.
HÁ 6 HORAS

"O juiz tem que ter a cabeça mais fria, mais responsabilidade de fazer acusação ou de condenar", diz Lula.

Lula diz que ministro da Suprema Corte não deveria dar declaração de como vai votar

"Quem quiser votar com base na opinião pública largue a toga e vá ser candidato. Escolha um partido político e vá ser candidato", diz Lula.

"Não pensem que eu sou contra a Lava Jato. Se pegar bandido, tem que pegar bandido mesmo que roubou e prender. Todos nós queremos isso", diz Lula.

Lula diz que "agora estamos num trabalho delicado. Eu talvez viva o momento de maior indignação que um ser humano vive. Não é fácil o que sofre a minha família, os meus filhos, o que sofreu a Marisa", citando a ex-primeira-dama que morreu no ano passado.

"Esse crime eu cometi. Eu cometia esse crime que eles não querem que eu cometa mais. É por conta desse crime que já tem uns 10 processo contra mim. E se for por esse crime, de colocar pobre na universidade, negro na universidade, pobre comprar carro, pobre andar de avião, se esse é o crime que eu cometi, eu vou continuar sendo criminoso nesse país, porque eu vou fazer muito mais", diz Lula.

"Eu há muito tempo atrás sonhei que era possível governar esse país envolvendo milhões de pessoas pobres na economia, nas universidades, criando milhões de empregos", diz Lula.

"Eu não tenho medo deles. Eu até já falei que gostaria de fazer um debate com o Moro sobre a denúncia que ele fez contra mim. Eu gostaria que ele me mostrasse alguma coisa de prova", diz Lula.

Lula diz que "quanto mais eles me atacam, mais cresce a minha relação com o povo brasileiro".

Lula diz que "certamente um ladrão não estaria exigindo prova, estaria de rabo preso, com a boca fechada".

"Eu acredito na Justiça. Numa Justiça justa, que vota um processo baseado nos autos do processo, nas informações das acusações, das defesas, na prova concreta. O que eu não posso admitir é um procurador que fez um PowerPoint e foi para a televisão dizer que o PT é uma organização criminosa que nasceu para roubar o Brasil", diz Lula.

"Nenhum deles tem coragem ou dorme com a consciência tranquila, da honestidade, da inocência, que eu durmo", diz Lula. "eu não estou acima da Justiça."

Lula diz que nção perdoa os envolvidos por terem "passado para a sociedade a ideia de que eu sou um ladrão".

Lula diz que todos estão mentindo que o apartamento era seu. "E eu pensei que o Moro ia resolver, mas ele mentiu dizendo que era meu".

Lula diz que está sendo processado e tem dito claramente: "o processo do meu apartamento, eu sou o único ser humano que sou processado por um apartamento que não é meu."

Lula diz que parte das conquistas da democracia brasileira se deve ao Sindicato dos Metalúrgicos a partir de 1978. "Aqui foi minha escola, aprendi sociologia, economia, física, química, e aprendi a fazer muita política."


Lula diz que Dilma foi a pessoa que lhe deu a tranquilidade de fazer quase tudo o que conseguiu fazer na presidência. "Eu sou grato de coração, porque não teria sido o que foi se não fosse a companheira Dilma."

Lula agradece a ex-presidente Dilma Rousseff, de mãos dadas com ela. Ele diz que ela é "possivelmente a mais injustiçada das mulheres que um dia ousaram fazer política neste país".

Por G1
Tube News
Postar um comentário
Tecnologia do Blogger.