CARRO INVADE LANCHONETE APÓS DEMORA DE PEDIDO EM SC - Tube News

@otubenews

29 abril 2018

CARRO INVADE LANCHONETE APÓS DEMORA DE PEDIDO EM SC

Houve discussão e tiros. Confusão ocorreu no Centro de Canelinha, na Grande Florianópolis. Ninguém ficou ferido.
Carro destruiu cadeiras, mesas e atingiu balcão do estabelecimento (Foto: Polícia Militar/ Divulgação)

Tube News
Um homem invadiu uma lanchonete com um carro no Centro de Canelinha, na Grande Florianópolis, na madrugada deste sábado (28). O motorista destruiu cadeiras, mesas e o balcão do estabelecimento e depois fugiu. Oito pessoas estavam no local, mas não foram atingidas.

Segundo a polícia, o motivo inicial da confusão foi um desentendimento entre o responsável pela lanchonete e o cliente por causa da demora na entrega do pedido de um lanche. A briga terminou em tiros que atingiram a lataria da porta do lado do motorista, mas os disparos não feriram o condutor.

Os policiais foram ao local após receber ligação por volta das 2h50 sobre um homem descontrolado que invadiu a lanchonete com um I30, que fica na Avenida Cantório Florentino da Silva.

Ao chegar ao local, o responsável pelo estabelecimento relatou aos polícias que depois do atrito verbal por conta da reclamação da demora, quando foi entregue o pedido, ele proferiu xingamentos e se negou a pagar tal refeição.

“O dono da lanchonete teria dado um tapa na cara do dono do veículo. Esse saiu e invadiu a lanchonete com o carro, colocando em risco as pessoas que ali estavam e assumindo o risco de ferir alguém. Quando a polícia chegou ao local, ele já tinha fugido”, explicou o major da Polícia Militar Eder Jaciel de Souza Oliveira.
Carro do motorista que invadiu lanchonete foi atingido por disparos (Foto: Polícia Militar/ Divulgação)

Imagens de segurança
O circuito interno de segurança do estabelecimento flagrou o momento da confusão. Ao analisar as imagens, o major percebeu que um dos envolvidos estava com uma arma e suspeitou de que poderiam ter ocorrido disparos.

Os indícios foram confirmados quando a polícia encontrou o motorista do carro com a porta marcada por quatro disparos.

Durante o depoimento na delegacia de São João Batista, o condutor disse que o dono do estabelecimento teria efetuados os tiros.

“Como já passou o período flagrancial, o condutor do veículo e o possível autor dos disparos não podem mais ser presos em flagrante”, explicou o major. Ainda segundo o policial, o motorista do carro é conhecido por desordem e confusão na cidade.

O nome e a idade dos envolvidos não foram divulgados. O caso será investigado pela Polícia Civil.

O responsável pelo estabelecimento foi procurado, mas até a publicação desta matéria, não obteve resposta sobre a confusão e os prejuízos causados.

Por G1
Tube News
Postar um comentário