RJ: CONFUSÃO APÓS BAILE FUNK NA PENHA DEIXA 76 PESSOAS FERIDAS - Tube News

@otubenews

11 março 2018

RJ: CONFUSÃO APÓS BAILE FUNK NA PENHA DEIXA 76 PESSOAS FERIDAS

Direção de hospital da região informou que dezenas de pacientes foram atendidos a partir das 3h após evento. 'Baile da Gaiola' ocorreu entre a noite de sábado (10) e madrugada deste domingo (11).
Frequentadores assustados correram e muitos ficaram feridos (Foto: Reprodução Facebook)

Tube News
Uma confusão deixou ao menos 76 pessoas durante um baile funk na comunidade Vila Cruzeiro, na Penha, Zona Norte do Rio. A direção do Hospital Estadual Getúlio Vargas, que fica no mesmo bairro, informou que as dezenas de pacientes foram atendidos a partir das 3h na unidade de saúde. Até a tarde deste domingo, quatro pacientes permaneciam internados.

No Facebook, frequentadores da festa batizada de "Baile da Gaiola" relataram momentos de desespero. Alguns deles disseram que sofreram queimaduras com óleo quente. Na mesma rede social, um DJ chamado Renna da Penha publicou um vídeo comentando o tumulto.

"O que aconteceu: blitz em porta de baile é totalmente normal. Todo mundo sabe que polícia faz blitz em porta de baile. O que aconteceu é que um meliante tentou furar a blitz, e os policiais deram tiro para o alto e todo mundo correu. Mas isso foi muito longe da favela, foi na pista", relatou Rennan.

A Polícia Militar, no entanto, informou que não houve operação ou ação na região. Segundo a corporação, os comandos do 16ºBPM (Olaria) e da UPP Vila Cruzeiro "não foram acionados para intervir na situação relatada, assim como não houve operação ou ação policial no local na madrugada deste domingo".

O DJ segue a declaração dizendo que pessoas "de fora", Cabo Frio e Minas Gerais, por exemplo, ficaram nervosas com a situação e começou uma correria. Na confusão, Rennan diz que produtores foram derrubados e mais gente se machucou.

BRT sofre depredação

Na mesma noite e madrugada, o consórcio BRT informou que ônibus dos corredores Transcarioca e Transoeste foram depredados. Ao todo foram sete coletivos articulados vandalizados que precisaram ser recolhidos para a garagem com janleas e parabrisas quebrados.

"Os ataques aconteceram em diversos trechos dos corredores Transcarioca e Transoeste. A primeira depredação foi à 1h50, no serviço 11 (Santa Cruz X Alvorada Parador), próximo à estação Cajueiros. O ônibus teve suas portas quebradas pelos criminosos", divulgou o consórcio.

Vinte minutos depois, a companhia disse que o articulado da linha 38 (Alvorada-Fundão Parador) também teve as portas quebradas. Mais tarde, até as 5h50, vidros do 46 (Penha-Alvorada Expresso) foram quebradas.

"Grande parte das ações de vandalismo foi provocada por grupos que estavam indo ou voltando de um baile funk na Penha", informa a nota.

"Não somos contra os bailes ou qualquer outra atividade cultural, mas a cidade precisa se preparar. Não podemos continuar contabilizando prejuízos semana após semana sem que nada seja feito", declarou a diretora de Relações Institucionais do BRT, Suzy Balloussier.

Por G1 Rio
Tube News
Postar um comentário