QUEDA DE AVIÃO TURCO NO IRÃ DEIXA 11 MORTOS - Tube News

@otubenews

11 março 2018

QUEDA DE AVIÃO TURCO NO IRÃ DEIXA 11 MORTOS

Mídia local afirma que passageiras voltavam de despedida de solteira de filha de empresário turco.
(Foto: Reprodução/Twitter)

Tube News
Um jato particular turco caiu neste domingo (11) em uma região montanhosa no sudoeste do Irã quando transportava 11 pessoas de Sharjah, nos Emirados Árabes, para Istambul, na Turquia. Segundo a agência de notícias oficial do Irã, a Irna, todos morreram.

Ainda segundo informações da Irna, pouco antes de o avião sair dos radares o piloto pediu para voar a uma altitude mais baixa.

O avião pertence a uma companhia turca do empresário Huseyin Basaran e transportava 8 passageiros e 3 tripulantes, segundo anunciou o ministério de Transportes da Turquia.

De acordo com o jornal turco "Hürriyet", o avião transportava a filha de Huseyin Basaran, Mina Basaran, de 28 anos, e sete amigas, que voltavam de sua despedida de solteira.

Foto que foi postada no Instagram de Mina Basaran mostra ela e amigas em hotel de luxo em Dubai com a legenda #minasbachelorette (despedida de solteira da Mina). Mídia turca diz que amigas eram as passageiras de jato que caiu neste domingo (11) no sudoeste do Irã (Foto: Reprodução/Instagram/Mina Basaran)

A última foto de Mina Barasan no Instagram mostra as oito amigas vestindo roupões e óculos escuros em um hotel de luxo em Dubai e foi postada com a hashtag #minasbachelorette (despedida de solteira da Mina).

A agência Reuters tentou entrar em contato com o escritório de Basaran, mas não obteve resposta. O empresário tem negócios nos setores energético, de construção e turístico.

A TV estatal iraniana citou um porta-voz dos serviços de emergência do país, Mojtaba Khaledi, que disse que o avião atingiu uma montanha perto de Shahr-e Kord e pegou fogo. A cidade fica a cerca de 370 km ao sul da capital Teerã.

Mojtaba Khaledi disse à agência ISNA que moradores locais foram ao local do acidente e encontraram corpos queimados e nenhum sobrevivente. Ele disse que testes de DNA seriam necessários para identificar os mortos.

Por G1
Tube News
Postar um comentário