ELON MUSK TIRA PÁGINAS DE SPACE X E TESLA DO FACEBOOK - Tube News

@otubenews

24 março 2018

ELON MUSK TIRA PÁGINAS DE SPACE X E TESLA DO FACEBOOK

'O que é o Facebook?', afirmou Musk, após o criador do WhatsApp incitar no Twitter outras pessoas a deletarem suas contas na rede social.
Elon Musk decidiu tirar os filhos da escola que frequentavam em Beverly Hills, Califórnia, e elaborou um plano especial para eles. (Foto: Reuters)
Elon Musk decidiu tirar os filhos da escola que frequentavam em Beverly Hills, Califórnia, e elaborou um plano especial para eles. (Foto: Reuters)

Tube News
As páginas oficiais da companhia de lançamento de foguetes espaciais SpaceX e da montadora saíram do Facebook nesta sexta-feira (23), minutos após o fundador das duas empresas e bilionário do Vale do Silício, Elon Musk, prometer tirá-las do ar ao ser desafiado por um usuário no Twitter.

"Apague a página da SpaceX do Facebook se você for homem", escreveu um usuário do Twitter a Musk.

A resposta do também presidente da montadora de veículos elétricos Tesla foi:

"Eu não tinha percebido que havia uma (página da SpaceX no Facebook. Vou fazer isso."

A página da SpaceX no Facebook, que tinha mais de 2,7 milhões de seguidores, não está mais acessível. Assim como a da Tesla.

Musk iniciou a conversa no Twitter ao responder a uma mensagem do cofundador do WhatsApp Brian Acton com a hastag #deletefacebook.

"O que é o Facebook?", escreveu Musk no microblog.

Ele afirmou nunca ter tido uma conta pessoal na rede social de Mark Zuckerberg e ainda preferir o Instagram, por ter permanecido "independente".

"Eu não uso o Facebook e nunca usei, então não pense que eu sou o tipo de mártir ou as minhas companhias estão tomando um grande golpe", escreveu no Twitter.

"Nós nunca anunciamos no Facebook. Nenhuma das minhas companhias compra anúncios ou paga para pessoas famosas nos darem apoios falsos. Um produto vive ou morre por seus próprios méritos", afirmou Musk.

Action fundou o WhatsApp junto do ucraniano Jan Koum, em 2009. Cinco anos depois, o aplicativo de bate-papo foi comprado pelo Facebook, em uma transação inicialmente avaliada em US$ 16 bilhões mas fechada em US$ 22 bilhões.

Por G1, com informações da Reuters
Tube News
Postar um comentário