A TRISTE DECADÊNCIA DA RECORD NEWS - Tube News

@otubenews

05 março 2018

A TRISTE DECADÊNCIA DA RECORD NEWS

Inaugurada para ser um verdadeiro marco no jornalismo da TV Aberta do Brasil, o canal do bispo Edir Macedo perdeu o rumo e qualidade semestre a semestre. Hoje não passa de um canal sem relevância nenhuma.
Logo reformulado (2012) e atual (2016) da Record News. (Foto: Montagem de Lucas Chiodini/Tube News)

Tube News
A data de estreia da emissora, que aconteceu às 20h do dia 27 de setembro de 2007, marcou as comemorações de 54 anos da Rede Record, que investiu US$ 7 milhões para equipar o canal, que teve inicialmente 150 jornalistas exclusivos e 100 profissionais de outras áreas, além de uma redação de 1.000 m², dividida em uma redação com sessenta posições e um estúdio para gravações.

Segundo dados do Ibope apurados pela própria Record News, a rede é a líder em audiência em seu segmento no país, ultrapassando assim as concorrentes GloboNews e BandNews TV. O Ibope desmentiu a liderança da Record News em nota à imprensa, já que os dados não passaram por uma validação do instituto.

A Record News foi apontada como o sétimo veículo de televisão aberta mais admirado do país no ano de 2014, segundo pesquisa feita pelo Índice de Prestígio de Marca do jornal Meio&Mensagem. A rede de notícias ficou na frente de canais como a RedeTV!, a TV Gazeta e a Mix TV.

Extinção da Rede Mulher
O primeiro movimento do novo canal foi a exibição de uma contagem regressiva para o início das transmissões com seu logotipo. Logo após, começou uma espécie de show de abertura, com a presença (então na época dos cargos em 2007) do então Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva; do Governador do Estado de São Paulo, José Serra; do prefeito da cidade de São Paulo Gilberto Kassab; do presidente da Record, Alexandre Raposo; Edir Macedo, proprietário, com protocolo executado por Celso Freitas e no fim, Fafá de Belém cantou o Hino Nacional Brasileiro.

Início de Ouro
Nos primeiros meses de sua estreia, a Record News trouxe grandes documentários e programas jornalísticos. Dedicou edições exclusivas para a metereologia, com o Tempo News. Inovou o jornalismo local trazendo, durante o dia, edições com notícias por região do Brasil, exibido para todos, país e a nível mundial.

O canal ainda fechou parceria com a BBC, exibindo documentários premiados e de boa qualidade e procedência.

O layout do canal era muito parecido com BBC News, CNN, com formato dinâmico e visualmente interessante (tal formato se perdeu por completo com o passar dos anos, se tornando o que é hoje em dia).

Início da decadência
Depois de alguns anos com poucos investimentos, com destaques para a transmissão dos Jogos Olímpicos de Inverno 2010 (Vancouver) e os Jogos Olímpicos de Verão 2012 (Londres), a identidade como canal jornalístico foi se perdendo quando, dentro de sua grade, inseriu nas madrugadas duas horas diárias do Medalhão Persa, que vende tapetes e jóias.

Além da programação publicitária de vendas de tapetes e joias, a emissora trouxe para acabar de vez com a credibilidade do canal, programas da IURD: Igreja Universal do Reino de Deus, pertencente á Edir Macedo, dono também da Record TV.

Essa, segundo críticos de tv, foi uma maneira muito ruim de conseguir rentabilidade para um canal que prometeu muito, mas cumpriu quase nada. Começou bem e, até a presente data, não agregou valor ao jornalismo brasileiro.

Outro ponto que encomoda muito é as extensas reprises vindas de reportagens da TV Record, sendo chamada por muitos como Record 2. Reprisar não é o problema, mas exagerar neste quesito não agrega valor. Criar conteúdo é essencial.

Além de todos esses pontos, o que deixa ainda mais sem sal este canal, é o fato das emisssoras filiadas locais não terem qualidade de sinal e reportagens. Descentralizar é importante, mas é perigoso se fizer isso se perder a identidade do canal.

Sem dúvida a Record News dos anos 2007 a 2009 deixam saudade, pois era um canal que trazia reprises, mas sem deixar de criar e exbir bons conteúdos. Um dia, quem sabe, podemos ter o privilégio de ver esta emissora crescer e se tornar uma ótima fonte de informação.


Bônus
Veja abaixo dois pequenos documentários. O primeiro sobre uma reportagem exbida na Record, apresentando o que não viria a ser a Record News nos anos futuros. O segundo vídeo é uma reportagem extraída do documentário Memória Globo, sobre a criação e os desafios de estreia da GloboNews. Neste último mostra, que problemas existem, mas que podem ser superados.


Reportagem exibida no Domingo Espetacular e no sinal da Record News:


Criação e estreia da Globo News:

Por Lucas Chiodini, Tube News
Postar um comentário