TERREMOTO DE 6,3 ATINGE LESTE DA INDONÉSIA, DIZ USGS

Serviço Geológico dos Estados Unidos registrou tremor em área localizada 194 quilômetros ao noroeste da ilha de Ambon.
Tremor foi registrado a uma profundidade de cerca de 39 quilômetros( Foto: Reprodução/Google Maps/26.02.2018)
Tube News
Um terremoto de magnitude 6,3 atingiu uma área localizada 194 quilômetros ao noroeste de Ambon, na Indonésia, nesta segunda-feira (26), informou o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS, na sigla em inglês).

O tremor foi registrado a uma profundidade de cerca de 39 quilômetros, de acordo com o site do USGS.


Por Reuters
Tube News


Papua Nova Guiné é atingida por dois terremotos
Moradores da Papua Nova Guiné inspecionam deslizamento de terra em uma estrada após terremoto na região no dia 26 de fevereiro de 2018 (Foto: Jerome Kay/Handout via Reuters)
Um terremoto de magnitude 6 foi registrado nesta segunda-feira (26) no centro de Papua Nova Guiné, horas depois de outro tremor de magnitude 7,5 ter atingido a mesma região e parado as atividades de empresas mineradoras e petrolíferas.

As autoridades mobilizaram soldados e equipes de resgate, embora, devido ao relevo da região, ainda não tenham informado de danos materiais nem possíveis vítimas.

O primeiro terremoto aconteceu durante a madrugada a uma profundidade de 35 quilômetros, e seu epicentro foi localizado a cerca de 90 quilômetros ao sul de Porgera, na província de Enga, segundo informou o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS, na sigla em inglês).

A multinacional ExxonMobil parou os trabalhos na usina de gás de Hides para avaliar os possíveis danos nas instalações e confirmou em comunicado que todos os funcionários estão a salvo.

Uma deslizamento de terra e rochas também obrigou a parar a atividade da mina de cobre e ouro Ok Tedi.

Fotografias publicadas nas redes sociais mostram estradas fechadas e parte das instalações da exploração mineradora destruída por causa do deslizamento de terra.

Durante a tarde desta segunda-feira, o segundo movimento de terra, a 23 quilômetros de profundidade, agitou outra vez as províncias das Terras Altas, habitada por cerca de 2 milhões de pessoas e com difícil acesso por estrada.

Por Agencia EFE

Nenhum comentário

Deixe sua opinião, sempre com respeito: