SP: MULHER É ARRASTADA NA MOTO POR CAMINHÃO EM ITAPETININGA - Tube News

@otubenews

22 janeiro 2018

SP: MULHER É ARRASTADA NA MOTO POR CAMINHÃO EM ITAPETININGA

Atropelamento aconteceu na avenida Doutor Ciro Albuquerque, em Itapetininga (SP). Câmera de segurança registrou momento do acidente.
Vítima foi arrastada por caminhão em avenida de Itapetininga (Foto: Reprodução/Circuito de Segurança)

Tube News
A motociclista de 29 anos Débora Ferreira Rodrigues, que foi atropelada e arrastada por um caminhão na avenida Doutor Ciro Albuquerque, em Itapetininga (SP), afirmou que ficou impressionada ao ver as imagens que mostram o momento do acidente.

No vídeo (Veja abaixo) é possível ver o caminhão, aparentemente em alta velocidade, colidindo na traseira da moto, que seguia no mesmo sentido. Ele arrasta a motociclista por alguns metros e, logo após, a moto pega fogo.

“Estava na hora do meu almoço e já ia sair da avenida, quando vi que o caminhão estava bem próximo a mim. Não deu tempo nem de mudar de pista. Foi tudo muito rápido. Na hora a única coisa que eu tive medo era de ser jogada para o meio da pista e ser atropelada por outro veículo. Foi horrível e muito assustador. Mas quando eu vi as imagens não acreditei. Fiquei impressionada”, diz.



Débora Ferreira em hospital após acidente em Itapetininga (Foto: Arquivo Pessoal/Débora Ferreira)

Débora foi socorrida e chegou a ficar internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em um hospital de Sorocaba (SP) por três dias com fratura costela e ferimentos na coluna. No sábado (20) ela recebeu alta hospitalar.


Para ela e todos da família, sobreviver ao acidente foi um milagre

“Eu sabia que tinha sido terrível, mas quando eu vi as imagens que percebi que tinha sido muito assustador e que o fato de estar viva foi um milagre. Sobrevivi por um milagre. Até os médicos disseram que é muito difícil sobreviver a esse tipo de acidente. Eu fui arrastada. Era para eu ter morrido. Sei que Deus me guardou. Tenho muito fé em Deus”, diz.

Ainda segundo ela, foi a primeira vez que foi vítima de atropelamento.

“Eu estava na velocidade certa e foi atingida. Eu fiquei indignada porque estava seguindo na velocidade da via e bateram em mim. Graças a Deus estou bem e vou me recuperar. Espero que isso sirva como lição para as pessoas prestarem mais atenção no trânsito, porque um minuto de descuido pode afetar na vida de um inocente”, ressalta.

Acidente
De acordo com a Polícia Militar, o acidente aconteceu na segunda-feira (15). O motorista do caminhão, de 53 anos, prestou socorro e alegou que não tinha visto a motociclista.

Ainda segundo a polícia, o caso foi registrado na delegacia e as causas do acidente serão investigadas.

Por Paola Patriarca, G1 Itapetininga e Região
Tube News