MIL BRASILEIROS TÊM O PÊNIS AMPUTADOS TODO ANO POR FALTA DE HIGIENE - Tube News

@otubenews

10 novembro 2017

MIL BRASILEIROS TÊM O PÊNIS AMPUTADOS TODO ANO POR FALTA DE HIGIENE

Isso deve pela má (ou até falta) higienização adequada na região do corpo.


Tube News
Segundo a Sociedade Brasileira de Urologia, a SBU, aproximadamente 1000 homens têm o pênis amputado parcial ou totalmente todos os anos. Isso deve pela má (ou até falta) higienização adequada na região do corpo.

A higienização correta evita as famosas infecções causas por bactérias e até fungos, diminuindo também as chances de desenvolvimento de câncer peniano. ““A higienização diminui as chances do homem obter HPV [papilomavírus humano], vírus sabidamente relacionado ao desenvolvimento da doença”, cita o membro da SBU de São Paulo Alexandre César Santos.

É essencial que os homens limpem bem a região com sabonete e muita água, para que as secreções – principalmente as que ficam nas dobras perto da região do prepúcio – sumam. Na hora de secar, é imporante, que o ato seja feita com uma toalha seca ou até mesmo o bom e velho papel higiênico.


Alexandre César também ressalta a importância de manter os pêlos. De acordo com ele, é essencial que os mesmo sejam no mínimo aparados mas nunca removidos totalmente: “Eles têm a função natural de manter a pele úmida e ajudar algumas glândulas que ajudam na hidratação local. Sua remoção pode resultar em abcessos ou foliculite”.

Ele também avisa que é importante o acompamento com um especialista no menor sinal de problema: “Quanto antes for diagnosticado, maiores são as chances de sucesso no tratamento e da não remoção do pênis”.

Os homens trans (que já se submeteram a redesignação sexual) também podem desenvolver cancêr peniano. “Se houve contaminação por HPV ou verruga genital antes da cirurgia, a possibilidade do aparecimento do câncer crescem”, revela Santos.

Tube News