FURACÃO IRMA ATINGE O CARIBE; FOTOS E VÍDEOS - Tube News

@otubenews

06 setembro 2017

FURACÃO IRMA ATINGE O CARIBE; FOTOS E VÍDEOS

Ilha de Barbuda foi atingida na manhã desta quarta pelo furacão, considerado uma das tempestades mais fortes no Atlântico em um século. Ventos superaram 295 km/h.



Tube News

O furacão Irma, uma das tempestades mais fortes no Atlântico em um século, atingiu a ilha de Barbuda e se dirigia para São Martin, na região do Caribe, na manhã desta quarta-feira (6).

Porto Rico, São Cristóvão e as Ilhas Virgens devem ser atingidas pelo furacão de categoria 5, a mais alta, que traz ventos intensos, chuvas fortes e ondas de até 12 metros para o norte de ilhas caribenhas.

O furacão pode seguir para a Flórida no fim de semana, segundo o Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos (NHC, na sigla em inglês), tornando-se a 2ª tempestade mais violenta a atingir o território continental dos Estados Unidos em duas semanas.

O olho do Irma passou sobre a ilha de Barbuda, a leste de Porto Rico, no início da manhã desta quarta com ventos de 295 km/h, segundo a Reuters. O Centro Nacional de Furacões (NHC) informou que Irma se move a uma velocidade de 24 km/h, segundo a BBC.

A extensão dos danos e o número de vítimas ainda eram desconhecidos no início desta quarta-feira.


Barbuda
"Estamos encolhidos e está ventando muito. O vento é uma grande ameaça. Até agora, alguns telhados foram arrancados", disse Garfield Burford, diretor de notícias da rádio e TV ABS da ilha de Antígua, ao sul de Barbuda.




A maioria das pessoas ficou sem eletricidade em Antígua e Barbuda, e cerca de mil delas iriam passar a noite em abrigos de Antígua. "É muito assustador... a maioria das ilhas está escura, então é muito, muito apavorante", disse.

O governador de Porto Rico, Ricardo Rossello, exortou os 3,4 milhões de habitantes do território norte-americano a buscarem refúgio em um dos 460 abrigos de furacão antes da tempestade, de acordo com a Reuters. A polícia e soldados da Guarda Nacional deve começar a retirar pessoas de áreas sujeitas a inundações no norte e no leste da ilha.

Enquanto o Irma passava pela região do Caribe, a tempestade tropical Katia se formava no Golfo do México, segundo a Associated Press.

O avião que leva o Papa Francisco de Roma (Itália) a Bogotá (Colômbia) alterou sua rota nesta quarta para contornar o furacão, segundo o Vaticano.

São Bartolomeu e São Martinho
A França está preocupada com milhares de pessoas que se negam a buscar refúgio ante a iminente passagem do furacão Irma pelas ilhas caribenha de São Bartolomeu e São Martinho, de acordo com a France Presse. São Bartolomeu é um território francês de ultramar e São Martinho é uma ilha divida em uma parte francesa e outra holandesa.

"A principal preocupação que temos é (...) que afetará espaços muito densos de população, espaços nos quais as residências são, infelizmente, precárias e onde as pessoas se recusam no momento a buscar proteção em quantidade suficiente", declarou a ministra de Ultramar, Annick Girardin.

De acordo com uma fonte da AFP do ministério, quase 7 mil pessoas se recusaram a seguir para abrigos antes da chegada do furacão de categoria 5, a mais elevada na escala que mede o fenômeno, nas duas ilhas que estão em alerta máximo.

2º furacão em duas semanas
O Irma será o segundo poderoso furacão a atingir os Estados Unidos e seus territórios em duas semanas. Moradores do Texas e Louisianaainda estão se recuperando dos eventos catastróficos do furacão Harvey, que atingiu o Texas como um furacão de categoria 4 em 25 de agosto. As chuvas torrenciais provocaram inundações, destruíram milhares de casas e deixaram ao menos 1 milhão de desabrigados.


Vejam vídeos que mostram a força e destruição do Furcão Irma:


(Vídeo: youtube.com/tubenewstv)


(Vídeo: youtube.com/tubenewstv)


(Vídeo: youtube.com/tubenewstv)



Irma pode atrapalhar viagens para Caribe e EUA

Tempestade, que é considerada uma da mais fortes no Atlântico em um século, chegou ao Caribe na manhã desta quarta. Irma pode atingir o estado americano da Flórida no sábado.

Embora ainda não tenha cancelado ou reprogramado voos, a Latam oferece a alteração da data da viagem sem multa ou diferença tarifária para que passageiros com destino a Punta Cana (República Dominicana), Havana (Cuba), Miami e Orlando entre os dias 5 e 11 de setembro.

A oferta vale para até 15 dias depois da data original da viagem. Também é possível alterar a rota do voo sem a incidência de multa, mas com diferenças de tarifas. O reembolso dos bilhetes, segundo a Tam, só será feito de acordo com as regras vigentes no momento da compra.

A Azul afirma que a companhia monitora a intensidade e o deslocamento do Irma. Os clientes com viagem marcada para Orlando ou Fort Lauderdale entre sexta (8) e domingo (10) podem remarcar suas passagens sem custo, segundo a companhia.

A American Airlines afirmou que, neste momento, os voos saindo do Brasil para a Flórida e que tenham aeroportos brasileiros como destino final estão mantidos, mas pede que os clientes acompanhem os comunicados no site da companhia.

A British Airways cancelou alguns voos para Caribe, principalmente para o aeroporto de Antígua, que teve parte as operações suspensas. Os passageiros foram orientados a fazer uma nova reserva com as companhias parceiras Caribbean Airlines ou com a American Airlines, segundo o site do jornal britânico "Express".

Cruzeiros
A companhia que opera os Cruzeiros Disney anunciou cancelamentos e alterações de roteiros - inclusive antecipação de retorno - em caso de viagens que já tenham começado.

O cruzeiro Disney Fantasy, com saída prevista para o dia 9, e o Disney Dream, que zarparia nos dias 8 e 11 de setembro, foram cancelados. Segundo a Disney Cruises, os passageiros serão automaticamente reembolsados e poderão agendar uma nova viagem com 25% de desconto até o dia 18 de outubro.

"Nada é mais importante para nós do que proporcionar uma experiência segura para nossos hóspedes e tripulantes. Continuaremos monitorando de perto o furacão Irma e divulgaremos novas informações se necessário", afirma a companhia.

Max Gracia aguarda em uma fila para comprar folhas de madeira para proteger construções dos impactos do furacão Irma (Foto: AP Photo/Marta Lavandier)
Câmeras externas da Estação Espacial Internacional captaram o furacão avançando pelo oceano (Foto: Nasa)


Tube News
Postar um comentário