PARA ATRAIR RUSSOS, COREIA DO NORTE OFERECE TURISMO 'MAIS SEGURO QUE LONDRES' - Tube News

@otubenews

24 agosto 2017

PARA ATRAIR RUSSOS, COREIA DO NORTE OFERECE TURISMO 'MAIS SEGURO QUE LONDRES'

Primeira agência russa licenciada pelo governo de Pyongyang oferece pacotes de até 15 dias com visitas a fazenda, fábrica, templo e caminhadas. Fotos de instalações militares são proibidas e longas conversas com norte-coreanos 'não são recomendadas'.

Pessoas são vistas em frente ao Monumento da Fundação do Partido dos Trabalhadores em Pyongyang, na Coreia do Norte, em foto de 16 de abril (Foto: Reuters/Damir Sagolj/File Photo)

Tube News
Coreia do Norte abriu suas portas a turistas russos, emitindo a primeira licença para uma agência de viagens em Moscou que promete a seus clientes uma “imersão completa” na cultura do país e divertimento “mais seguro do que uma caminhada noturna em Londres”.

NKOREAN.RU, uma companhia russa licenciada pelo governo norte-coreano, oferece pacotes organizados para grupos de até dez pessoas ou individuais, “para mostrar aos viajantes a vida multifacetada do mais fechado dos países”.

Quem visita a Coreia do Norte precisa passar por uma checagem antes da viagem e será sempre acompanhado por um guia que irá monitorar o “comportamento adequado do turista e garantir sua segurança”. Fotos de instalações estratégicas e militares são proibidas e longas conversas com moradores locais “não são recomendadas”.

A Coreia do Norte realizou dois testes nucleares e dezenas de testes de mísseis desde o início do ano passado, ampliando significativamente a tensão na altamente militarizada península coreana e desafiando resoluções do Conselho de Segurança da ONU.

Dois testes de mísseis balísticos intercontinentais em julho provocaram uma nova rodada de sanções globais mais rígidas. Diante dos problemas econômicos agravados por múltiplas sanções, o governo de Pyongyang está ansioso para desenvolver o turismo como forma de ganhar dinheiro.

O pacote mais caro, 15 dias de “imersão total na cultura da Coreia do Norte”, custando 118.090 rublos (cerca de US$ 2 mil), inclui visitas a uma fazenda, uma fábrica de água mineral, um templo budista, caminhadas nas montanhas e uma introdução à cozinha nacional. Visitas a diversos museus dedicados ao líder fundados Kim Il-Sung também são oferecidas.

Outros pacotes mais baratos incluem relaxamento em uma praia, um show de aviação e até um festival de cerveja.

Não está claro o quanto essas viagens se tornarão populares entre os russos, que têm uma predileção por visitas à Europa e aos baratos resorts da Turquia e da Tailândia.


Por Reuters
Postar um comentário