J.K. ROWLING PEDE DESCULPAS POR MATAR PERSONAGEM EM 'HARRY POTTER' - Tube News

@otubenews

02 maio 2017

J.K. ROWLING PEDE DESCULPAS POR MATAR PERSONAGEM EM 'HARRY POTTER'

Autora lembrou 19º aniversário da Batalha de Hogwarts e lamentou decisão. Em 2015 e 2016, ela também se desculpou pela morte de Fred Weasley e Remo Lupin.


J.K. Rowling (Foto: AP )


Já virou tradição de 2 de maio para os fãs de "Harry Potter": a cada ano que passa, J.K. Rowling pede desculpas por ter "matado" algum personagem querido dos livros da saga. Em 2017, foi a vez de Severo Snape.

Nesta terça-feira (2), a autora britânica postou no Twitter uma mensagem em que lamenta ter tomado a decisão de tirar de cena o controverso professor, que nos cinemas foi interpretado por Alan Rickman. O ator morreu em janeiro de 2016, aos 69 anos.

OK, here it is. Please don't start flame wars over it, but this year I'd like to apologise for killing (whispers)... Snape. *runs for cover*— May 2, 2017


"OK, aqui está. Por favor, não comecem uma guerra virtual a respeito disso, mas neste ano eu gostari de pedie desculpas por matar (sussurros)... Snape. *Procurando onde me esconder."

O 2 de maio não foi escolhido por J.K. Rowling sem motivo: trata-se do aniversário de 19 anos da Batalha de Hogwards, um marco da história de Harry Potter.

O evento teria acontecido em 2 de maio de 1998 e foi retratado no último livro da saga, "Harry Potter e as relíquias da morte". É nesta obra que morre Severo Snape.

Alan Rickman interpreta Snape em 'Harry Potter e a Ordem da Fênix' (2007) (Foto: Divulgação/Warner)


A escritora já havia feito essa lembrança em 2015, quando comemorou o aniversário da batalha e se desculpou pela morte de Fred Weasley. "Hoje eu somente gostaria de dizer: eu sinto muito por Fred", escreveu no Twitter na época.

Em 2016, foi a vez de Remo Lupin. "Mais uma vez, é o aniversário da Batalha de Hogwarts, então, como prometido, eu devo me desculpar por uma morte. Neste ano: Remo Lupin", disse.

Ela completou que não pensava em matar o personagem até o momento em que escreveu o quinto livro "A Ordem da Fênix".

"Arthur [pai de Rony Weasley] ficou vivo, então Lupin tinha que morrer. Sinto muito. Eu não gostei de fazer isso. A única vez que o meu editor me viu chorar foi sobre o destino de Teddy [filho de Lupin com a bruxa Ninfadora Tonks]."
Postar um comentário