ASTRONAUTAS CONCLUEM CAMINHADA ESPACIAL PARA FAZER REPAROS EM COMPUTADOR - Tube News

@otubenews

23 maio 2017

ASTRONAUTAS CONCLUEM CAMINHADA ESPACIAL PARA FAZER REPAROS EM COMPUTADOR

Dupla de astronautas substituiu computador que controla sistemas importantes e apresentou defeito na Estação Espacial Internacional. Operação deve durou quase 3 horas.

Astronauta Peggy Whitson é vista do lado de fora da Estação Espacial Internacional (ISS); caminhada espacial de emergência foi necessária para substituir computador que falhou neste sábado (Foto: Divulgaçãio/Nasa)

Os astronautas da Nasa Peggy Whitson e Jack Fischer começaram, por volta das 8h20 (horário de Brasília) desta terça-feira (23), uma caminhada espacial de emergência para substituir um computador com defeito do lado de fora da Estação Espacial Internacional (ISS).

O reparo foi concluído com sucesso depois de 2 horas e 46 minutos. A operação foi transmitida ao vivo pelo site da Nasa.

O equipamento que apresentou falha é um dos dois computadores que controlam sistemas importantes da estação, como radiadores, painéis solares e circuitos de refrigeração.

Astronautas saem da Estação Espacial Internacional (ISS) para caminhada espacial de emergência (Foto: Divulgaçãoi/Nasa)


Desde sábado, a estação espacial está dependente de um sistema de backup. A tripulação atual do laboratório orbital, composta por cinco membros dos Estados Unidos, França e Rússia, não está em perigo, segundo a Nasa.

A atual comandante da estação, Peggy Whitson, e o engenheiro de voo Jack Fischer são os responsáveis pela tarefa, que deve durar duas horas. Neste domingo, Whitson testou o equipamento que substituirá o computador defeituoso, que foi instalado no dia 30 de março.

Astronautas fazem substituição de computador do lado de fora do ISS (Foto: Divulgação/Nasa)


A Estação Espacial Internacional é ocupada por uma tripulação rotativa composta de astronautas e cosmonautas e serve como um laboratório de pesquisa para biologia, ciência de materiais e experimentos de física, além de servir para observações astronômicas e sensoriamento remoto da Terra.

A estação, operada por 15 países, voa a cerca de 400 km acima da Terra e orbita o planeta a cada 90 minutos. Desde 2000, o laboratório orbital esteve constantemente tripulado.

Tube News
Postar um comentário