SC: HÓSPEDES PULAM JANELAS DE HOTEL EM CHAMAS; VÍTIMAS MORRERAM ASFIXIADAS - Tube News

@otubenews

30 abril 2017

SC: HÓSPEDES PULAM JANELAS DE HOTEL EM CHAMAS; VÍTIMAS MORRERAM ASFIXIADAS

Três pessoas morreram na madrugada deste domingo (30) no Sul catarinense.

Hóspedes chegaram a pular janelas durante incêndio em Braço do Norte.
 (Foto: Alexandre Frazão/Stylo FM)

Com o piso térreo em chamas, alguns dos hóspedes do Hotel Rech em Braço do Norte, que pegou fogo na madrugada deste domingo (30), pularam das janelas do estabelecimento para se salvar, informaram os bombeiros. Três pessoas morreram no incêndio, todas por asfixia, segundo a guarnição da cidade.

"Conseguimos ainda salvar algumas pessoas com a escada. Algumas pessoas pularam a marquise, que fica bastante próxima ao local. Infelizmente tivemos três óbitos, mas conseguimos ainda salvar seis pessoas", disse o comandante dos bombeiros de Braço do Norte, André Correa de Araújo.

Três mortes foram confirmadas, dois adultos e uma criança. Familiares informaram à RBS TV que Yasmin Streger, de 13 anos, e Cristina Schimitt, de 62 anos, morreram no incêndio. A terceira vítima foi identificada como Alexandre Frontino, de 29 anos, que era professor natural de São Ludgero e morador do hotel, conforme o Instituto Médico Legal (IML) de Tubarão.

IGP, bombeiros e polícia trabalharam nos escombros do hotel incendiado em Braço do Norte. (Foto: Alexandre Frazão/Stylo FM)

O incêndio iniciou por volta das 2h30, no Centro da cidade. As chamas se propagaram até o primeiro dos cinco andares do hotel. Os demais pavimentos foram tomados por fumaça e fuligem.

"Todos morreram por asfixia, pela inalação desta fumaça. O incêndio começou no andar debaixo e foi subindo. A fumaça é que vitimou as pessoas", conta Araújo.

O proprietário do hotel informou aos bombeiros que oito pessoas estavam hospedadas no local. Feridos foram levados para o Hospital Santa Teresinha, em Braço do Norte. Até as 11h, a unidade de saúde não confirmou quantas pessoas foram internadas no local, mas informou que ocorreram transferências para hospitais da região.

Perícia

Segundo os bombeiros, as chamas começaram em um lanchonete, no piso térreo da edificação do hotel. Entretanto, as causas do incêndio só serão identificadas após a conclusão da perícia.

"A perícia vem sendo feita em conjunto pelo Corpo de Bombeiros e IGP. O laudo será em 30 dias", explica Araújo.

Ainda de acordo com o comandate, o hotel será isolado, já que a estrutura foi danificada. "O local será fechado e colocado um tapume na frente, para que as pessoas não acessem. Ainda tem risco de colapso", explica.

O fogo foi cessado por volta das 5h. Por volta das 11h30, o trabalho de rescaldo foi concluído. IGP e as polícias Civil e Militar também trabalharam nos escombros.

Tube News Brasil
Postar um comentário